Ex-capitão da Inglaterra John Terry anuncia aposentadoria da seleção

segunda-feira, 24 de setembro de 2012 11:03 BRT
 

LONDRES, 23 Set (Reuters) - O zagueiro do Chelsea John Terry anunciou neste domingo a aposentadoria da seleção da Inglaterra.

O zagueiro de 31 anos, escalado como capitão da Inglaterra 78 vezes em sua carreira internacional desde 2003, disse que sua posição na seleção tornou-se insustentável devido ao processo que enfrenta na associação inglesa de futebol(FA, pela sigla em inglês).

Terry deve comparecer em um tribunal da FA nesta segunda-feira por acusações de racismo contra o defensor do Queens Park Ranger Anton Ferdinand, apesar de ter sido inocentado na justiça comum em julho.

"Estou anunciando a aposeentadoria do futebol internacional", afirmou em comunicado. "Gostaria de agradecer aos treinadores da Inglaterra que me selecionaram 78 vezes como capitão", emendou.

"Tive o grande prazer de dividir essa honra com os diversos jogadores. Gostaria de agradecê-los, aos fãs e à minha família pelo apoio durante a carreira internacional", disse no comunicado.

"Representar e ser o capitão de meu país é algo que sonhei desde criança e foi realmente uma honra. Eu sempre dei o meu melhor e parte meu coração tomar essa decisão", afirmou.

Terry, que se condenado pode sofrer punição parecida com a do atacante do Liverpool Luis Suarez, disse que a FA o deixou numa situação insustentável. "Estou fazendo esse comunicado hoje antes da audiência na FA porque eu acredito que a FA, em mantendo as acusações contra mim mesmo sendo inocentado pela Justiça, tornou minha posição na seleção insustentável", disse.

 
John Terry afirmou que processo que enfrenta pela acusação de racismo tornou sua posição insustentável na seleção inglesa. 18/09/2012 REUTERS/ Eddie Keogh