25 de Setembro de 2012 / às 00:42 / 5 anos atrás

ENTREVISTA-Nadal não quer pressa e prioriza recuperação total

Por Iain Rogers

MADRI, 24 Set (Reuters) - A recuperação de uma lesão no joelho de Rafael Nadal está dentro do prazo e o tenista não vai apressar sua volta às quadras até que tenha se curado adequadamente, disse o número quatro do mundo.

Em entrevista à Reuters em Madri, o campeão de 11 torneios Grand Slam afirmou que ainda está sentindo um pouco de dor no joelho esquerdo.

"Estou trabalhando o quanto posso, estou fazendo tudo o que eles me dizem a cada dia, a verdade é que agora as coisas estão indo mais ou menos bem", disse o espanhol de 26 anos.

"A única coisa é que eu preciso um pouco mais de tempo", acrescentou.

"Vamos ver como as coisas se desenvolvem nas próximas semanas, mas a minha prioridade é recuperar bem, não rapidamente, mas bem."

"Obviamente, o mais rapidamente possível, mas o principal é ter a certeza de que você está bem quando fizer o retorno. Vou voltar às quadras quando eu não sentir mais dor nenhuma, mesmo que seja em duas semanas ou em três ou quatro."

O tenista nascido em Maiorca ficou várias vezes afastado por causa de lesões no joelho durante sua carreira de 11 anos, e na última delas foi diagnosticado com uma ruptura parcial do tendão patelar e um processo inflamatório da gordura de Hoffa.

O ex-número um do mundo não joga desde que sofreu uma derrota surpreendente na segunda rodada de Wimbledon para o tcheco Lukas Rosol, em junho. Ele não disputou os Jogos Olímpicos, depois de conquistar o título em 2008, e foi forçado a se retirar do Aberto dos EUA.

Nadal está sendo submetido a fisioterapia intensa e tratamento com laser. O médico da Federação Espanhola de Tênis Angel Ruiz-Cotorro disse em 5 de setembro que ele poderia estar de volta aos treinos na quadra dentro de um mês.

AGRESSIVO E EXIGENTE

"Eu acho que o tênis é um esporte muito agressivo e exigente e, obviamente, os joelhos sofrem, sobretudo quando você está jogando em quadras duras", disse Nadal.

"Em quadras rápidas, os movimentos são muito mais agressivos. Quando você está jogando o seu máximo, tem que levar o seu corpo ao limite."

"Eu tive problemas com meus joelhos, outros têm outros problemas. A realidade é que, com 26 anos e depois de uma carreira de mais de 10 anos, com resultados muito bons, tive sorte que meus joelhos não me impediram de competir no mais alto nível por muitos anos."

"Espero que quando eu voltar, eles não me atrapalhem", completou.

Nadal jogou seu melhor tênis em determinados momentos do primeiro semestre do ano, perdendo por pouco para Novak Djokovic na final do Aberto da Austrália e conquistando o recorde de sete campeonatos em Roland Garros em seu piso favorito, o saibro.

Ele disse que seu objetivo é voltar a um nível semelhante na forma física para lhe permitir jogar seu melhor novamente.

"O que eu espero é estar pronto para competir de novo por tudo que eu quiser competir, como fiz nos primeiros seis meses do ano", disse ele.

"Tenho 26 anos e estou confiante de que tenho muitos anos pela frente. O que eu quero é recuperar bem e continuar a desfrutar do tênis e da competição, que é o que me faz feliz."

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below