Fifa rejeita críticas sobre horário das partidas da Copa-2014

sexta-feira, 28 de setembro de 2012 14:37 BRT
 

Por Brian Homewood

ZURIQUE, 28 Set (Reuters) - A Fifa rejeitou as acusações de que colocou aspectos comerciais à frente da saúde dos jogadores ao decidir sobre os horários das partidas da Copa do Mundo de 2014 no Brasil.

Vários jogos serão disputados no início da tarde em locais tropicais, como Natal, Recife e Salvador, bem como no clima seco de Brasília.

Os horários das partidas foram divulgados pela Fifa na quinta-feira. Como a maior parte do Brasil está três horas atrás do horário GMT, os jogos à tarde são favoráveis aos telespectadores europeus, que conseguirão assistir aos jogos à noite pela sua hora local.

O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, claramente irritado com as críticas constantes à organização do torneio, disse que houve pouco espaço para manobra.

Ele também negou rumores de que o Brasil, que não terá que jogar nenhum dos jogos no começo ou meio da tarde, tinha sido favorecido.

"Eu nem sequer imagino por que e como vocês poderiam pensar que estamos tomando decisões pensando na televisão e não pensando na saúde dos jogadores", disse Valcke a jornalistas.

"A primeira coisa que precisamos é de uma boa Copa do Mundo, e para ter uma boa Copa do Mundo devemos nos certificar de que temos o melhor do futebol, e para ter o melhor do futebol, precisamos das melhores equipes e dos melhores jogos."

"Cada decisão que tomamos leva em consideração a saúde dos jogadores", afirmou.   Continuação...

 
O presidente da Fifa, Joseph Blatter (E) chega com o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, para coletiva de imprensa em Zurique. 28/09/12 REUTERS/Michael Buholzer