Messi diz que espera mais do que aplausos

segunda-feira, 1 de outubro de 2012 11:57 BRT
 

MADRI, 1 Out (Reuters) - Lionel Messi deseja ser lembrado como um bom amigo dos companheiros de equipe, e não "apenas" como o melhor jogador do mundo, disse o argentino em entrevista publicada nesta segunda-feira.

O atacante do Barcelona, que aos 25 anos já foi eleito o melhor jogador do mundo por três anos consecutivos, é favorito para receber o título novamente em 2012, depois de alcançar a inédita marca de 73 gols em competições oficiais na última temporada.

"Prefiro ganhar títulos com o time a receber prêmios individuais ou marcar mais gols que todos os outros", disse Messi ao jornal espanhol El País. "Estou mais preocupado em ser uma boa pessoa do que em ser o melhor jogador de futebol do mundo. Quando tudo isso acabar, o que resta?"

"Quando eu me aposentar, espero ser lembrado como um cara decente. Gosto de marcar gols, mas também gosto de ter amigos entre as pessoas com as quais já joguei."

Messi espera o nascimento do seu primeiro filho, Thiago, no mês que vem, mas isso não parece distraí-lo dentro de campo. Na atual temporada, ele já fez dez gols.

Com seis vitórias em seis jogos, o Barça parece em condições de retomar a antiga rivalidade com o Real Madrid, adversário do próximo domingo. "É a melhor sensação que há derrotar o Madrid, por causa da importância ligada a isso", disse Messi sobre o clássico, elogiando os contra-ataques do time da capital, e em especial a qualidade dos seus compatriotas do Real Gonzalo Higuaín e Angel Di María.

(Reportagem de Mark Elkington)

 
Lionel Messi (E), do Barcelona, comemora com colega de time David Villa após marcar gol contra Spartak Moscow durante a Liga dos Campeões no estádio de Camp Nou, em Barcelona. Messi deseja ser lembrado como um bom amigo dos companheiros de equipe, e não "apenas" como o melhor jogador do mundo. 19/09/2012 REUTERS/Gustau Nacarino