Schumacher perde a vaga, mas não a motivação

terça-feira, 2 de outubro de 2012 10:22 BRT
 

2 Out (Reuters) - Michael Schumacher se prepara esta semana para uma de suas corridas favoritas na temporada sabendo que pode ser o último GP do Japão da carreira na Fórmula 1.

A equipe do alemão, a Mercedes, anunciou na semana passada que o heptacampeão mundial, de 43 anos, será substituído em 2013 por Lewis Hamilton, atualmente na McLaren.

Schumacher também chegará a Suzuka com uma penalidade de dez posições no grid por ter sido imprudente na colisão com Jean-Eric Vergne, da Toro Rosso, no GP de Cingapura.

"Minha motivação está completamente intacta depois da notícia da semana passada, especialmente porque Suzuka é um dos pontos altos da temporada para mim", disse Schumacher a jornalistas, elogiando a qualidade técnica do circuito e a animação dos torcedores.

Schumacher conquistou dois títulos mundiais em Suzuka, em 2000 e 2003. Em 1995, também se sagrou campeão no Japão, mas na pista de Aida. Ele também venceu seis corridas em Suzuka.

O alemão se aposentou da F1 em 2006, quando corria pela Ferrari, mas voltou em 2010 pela Mercedes. Apesar de perder a vaga para 2013, ele disse que não pensa em deixar a categoria.

A própria Mercedes lhe ofereceu um cargo não especificado, e a Sauber cogita contratá-lo como piloto, segundo alguns rumores.

Faltando seis provas para o final da temporada, Schumacher está em 12o lugar, 151 pontos atrás do líder Fernando Alonso, da Ferrari, e sem chances matemáticas de disputar o título.

(Reportagem de Alan Baldwin)

 
Piloto de F1 Michael Schumacher gesticula durante sessão de treinos do GP de Cingapura. Michael Schumacher se prepara esta semana para uma de suas corridas favoritas na temporada sabendo que pode ser o último GP do Japão da carreira na Fórmula 1. 22/09/2012 REUTERS/Edgar Su