Xangai reforça segurança após ameaça de morte a Federer

sexta-feira, 5 de outubro de 2012 09:51 BRT
 

PEQUIM, 5 Out (Reuters) - Os organizadores do Masters de Xangai aumentaram a segurança para o torneio de tênis, que começa no sábado, após uma ameaça de morte na internet contra o jogador número 1 do mundo, Roger Federer, afirmando que ele seria decapitado, disse o jornal Shanghai Youth Daily nesta sexta-feira.

"No dia 6 de outubro eu planejo assassinar Federer para exterminar o tênis", disse o usuário "Blue Cat Polytheistic Leader 07" em mensagem publica num site para fãs do tenista, no dia 25 de setembro, afirmou o site do jornal.

O jornal disse que o post veio acompanhado de uma imagem "muito assustadora" modificada no computador mostrando Federer decapitado.

Federer pode seguir diretamente da área de chegada especial do aeroporto para o hotel como medida de precaução, afirmou o diretor do torneio, Yang Yibin, ao jornal em uma entrevista no início da semana. A reportagem disse que a polícia de Xangai estava investigando a ameaça.

Jornalistas locais disseram que as autoridades municipais de Xangai haviam pedido à imprensa local para não noticiar o assunto.

(Reportagem de Lucy Hornby e Langi Chiang; reportagem adicional de Aly Song, em Xangai)

 
Roger Federer, da Suíça, durante partida contra Tomas Berdych no Aberto dos EUA, em Nova York, em setembro. Os organizadores do Masters de Xangai aumentaram a segurança para o torneio de tênis, que começa no sábado, após uma ameaça de morte na internet contra o jogador número 1 do mundo, Roger Federer, afirmando que ele seria decapitado, disse o jornal Shanghai Youth Daily nesta sexta-feira. 05/09/2012 REUTERS/Adam Hunger