Bolt ainda avalia escolha entre 400m ou salto em distância na Rio-2016

quarta-feira, 10 de outubro de 2012 14:11 BRT
 

Por Alastair Himmer

TÓQUIO, 10 Out (Reuters) - Usain Bolt, o homem mais rápido do mundo, ainda está brincando com a ideia de acrescentar os 400 metros ou o salto em distância ao seu programa nos Jogos de 2016 no Rio de Janeiro, após conquistar o bicampeonato olímpico dos 100m e 200m rasos este ano em Londres.

O atleta de 26 anos, que também ajudou a Jamaica a manter o título do revezamento 4x100m em Londres, disse nesta quarta-feira que pode optar por diversificar na Olimpíada do Rio.

"É apenas para encontrar outra coisa agora para me esforçar", afirmou Bolt a jornalistas em evento de um patrocinador em Tóquio.

"Eu poderia tentar outra modalidade, talvez o salto em distância ou os 400 metros", acrescentou Bolt, que subiu ao palco para dançar reggae.

"Há algumas coisas que eu poderia tentar nos esportes, que eu poderia trabalhar, por isso vamos ver o que eu decido, no início da temporada."

Bolt, dono dos recordes mundiais nos 100 e 200 metros, havia dito anteriormente que iria se concentrar em conquistar um terceiro título seguido em suas especialidades, mas parece estar repensando isso.

O velocista disse que deseja continuar se esforçando por novos desafios, depois de se tornar o primeiro homem a manter os títulos olímpicos dos 100 e 200 metros olímpicos.

"É ótimo alcançar os objetivos que você sempre quis", afirmou. "Para mim, foi uma honra. Trabalhei duro para me tornar uma lenda."

Uma das paixões de Bolt é o futebol e ele já falou sobre o desejo de se dedicar ao esporte depois de aposentar os tênis de corrida.

"No final da minha carreira, seria algo que eu amaria tentar", disse Bolt, que torce pelo Manchester United e recebeu uma camisa escrito "Bolt 9.58" em homenagem ao seu tempo recorde nos 100m em uma visita recente a Old Trafford.

 
Velocista jamaicano Usain Bolt posa para fotos após coletiva de imprensa, em Tóquio. Bolt ainda está brincando com a ideia de acrescentar os 400 metros ou o salto em distância ao seu programa nos Jogos de 2016 no Rio de Janeiro. 10/10/2012 REUTERS/Toru Hanai