Messi é a maior dor de cabeça para os rivais sul-americanos

quarta-feira, 10 de outubro de 2012 15:34 BRT
 

Por Rex Gowar

BUENOS AIRES, 10 Out (Reuters) - Parar Lionel Messi é a principal preocupação das seleções que enfrentam a Argentina nas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2014. Esta semana é a vez do Uruguai.

A Argentina defende a liderança das eliminatórias em casa contra o Uruguai em Mendoza, na sexta-feira, depois de somar 14 pontos em sete jogos, um ponto à frente de Colômbia e Equador, e com dois de vantagem para Uruguai e Chile.

A partida será uma oportunidade para os argentinos tentarem reparar a fraca atuação do último jogo, um empate por 1 x 1 com o Peru, em Lima, num jogo em que Messi, que marcou 10 gols em seus últimos seis jogos pela seleção, teve uma de suas piores partidas pela Argentina.

O Uruguai, atual campeão da Copa América, espera conquistar uma segunda vitória consecutiva sobre os vizinhos, após a conquista do título sul-americano com direito a uma vitória sobre a anfitriã Argentina nas quartas de final, nos pênaltis, no ano passado.

O treinador do Uruguai, Oscar Washington Tabárez, não acredita numa marcação homem-a-homem sobre Messi, mas sim em impedir que a Argentina faça a bola chegar ao craque do Barcelona.

"Messi é um grande jogador, entre os melhores na história do futebol ... então eu não vou dizer muito sobre isso, porque seria redundante", disse Tabárez a jornalistas em Montevidéu, na terça-feira.

"Mas Messi tem uma equipe em torno dele tentando garantir que ele mostre todo seu potencial. Então nós temos que trabalhar para impedir que a Argentina faça a bola chegar ao Messi, e depois que estiver com o Messi, tentar marcá-lo."

Os uruguaios, semifinalistas da Copa do Mundo de 2010, precisam se recuperar de um mês de setembro ruim, em que perderam por 4 x 0 fora de casa para a Colômbia e só conseguiram um empate por 1 x 1 em casa com o Equador.   Continuação...

 
Atacante argentino Lionel Messi é visto durante treino em Buenos Aires antes de partida eliminatória para a Copa do Mundo de 2014 contra o Uruguai. Parar Messi é a principal preocupação das seleções que enfrentam a Argentina nas eliminatórias sul-americanas. 09/10/2012 REUTERS/Marcos Brindicci