Maldonado diz que deseja permanecer na Williams, apesar de opções

quinta-feira, 11 de outubro de 2012 11:52 BRT
 

YEONGAM, Coreia do Sul, 11 Out (Reuters) - O piloto venezuelano de Fórmula 1 Pastor Maldonado quer permanecer na Williams na próxima temporada, apesar de ter sugerido no fim de semana passado que tem outras opções.

Maldonado, companheiro do brasileiro Bruno Senna na escuderia, disse a repórteres nesta quinta-feira, antes do GP da Coreia do Sul do fim de semana, que não deseja trocar de equipe.

"Realmente quero ficar na Williams", disse. "É uma boa equipe e a equipe está ficando melhor a cada dia. Estamos reconstruindo tudo na equipe e acho que agora está mais compacta."

"No momento não existe nenhuma confirmação. Então estou olhando para frente pensando nisso, mas também de olho em continuar na Fórmula 1 com certeza", acrescentou.

Maldonado venceu o GP da Espanha em maio, a primeira vitória da Williams desde 2004, e leva um patrocínio substancial para a equipe da empresa estatal de petróleo da Venezuela, PDVSA.

Existia uma especulação na Fórmula 1 sobre o que aconteceria com esse patrocínio caso o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, que é um grande fã de Maldonado, não tivesse sido reeleito no último domingo.

Mas o líder socialista, que enfrentou tratamento para um câncer, foi reeleito para mais um mandato de 6 anos.

(Reportagem de Alan Baldwin)

 
Piloto Pastor Maldonado, da Venezuela (D), caminha com equipe antes do Grande Prêmio da Coreia do Sul de F1, no circuito internacional de Yeongam. Maldonado quer permanecer na Williams na próxima temporada, apesar de ter sugerido no fim de semana passado que tem outras opções. 11/10/2012 REUTERS/Lee Jae-Won