Após críticas, Aldo diz que Paes está "desinformado" sobre Copa

terça-feira, 16 de outubro de 2012 12:13 BRT
 

BELO HORIZONTE, 16 Out (Reuters) - O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, rebateu nesta terça-feira as críticas sobre o andamento das obras para a Copa de 2014 feitas pelo prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB), e disse que ele está "desinformado" em relação à organização do evento.

"O prefeito do Rio está muito desinformado. Se falou sobre o Rio, falou sem conhecimento de causa... Vamos ter o Rio para a Copa das Confederações e para a Copa do Mundo. Falou o que não devia sobre o que não sabia", disse o ministro, durante entrevista coletiva em Belo Horizonte, onde fez uma visita ao estádio Mineirão ao lado do secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke.

"Ele, como qualquer cidadão brasileiro, tem o direito de criticar o andamento das obras da Copa, este é um país democrático. O prefeito está enganado sobre o andamento, inclusive no Rio de Janeiro", acrescentou o ministro.

Paes reconheceu no domingo, durante evento em São Paulo, que seria "politicamente incorreto" ao falar sobre a organização do evento, mas que os organizadores da Copa do Mundo estavam "perdendo a oportunidade" de aproveitar o calendário de competições internacionais no país para "juntar esforços" e mostrar uma boa organização perante a opinião internacional.

O Brasil já recebeu duras críticas da Fifa pelo atraso nos preparativos para o Mundial. Em março, Valcke chegou a dizer que o país precisava de um "chute no traseiro" para acelerar as obras.

Nesta terça, o secretário-geral da Fifa colocou em dúvida a realização da Copa das Confederações de 2013 em seis cidades, conforme o planejado inicialmente, por causa do atraso nas obras de ao menos um estádio.

(Reportagem de Ana Flor)

 
O ministro dos Esportes, Aldo Rebelo, fala em entrevista sobre o progresso dos trabalhos para a Copa do Mundo de 2014. Rebelo rebateu nesta terça-feira as críticas sobre o andamento das obras para a Copa de 2014 feitas pelo prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB), e disse que ele está "desinformado" em relação à organização do evento. Foto de Arquivo. 23/05/2012 REUTERS/Ueslei Marcelino