Juventus vence em jogo polêmico após gol anulado do Catania

domingo, 28 de outubro de 2012 14:01 BRST
 

MILÃO, 28 Out (Reuters) - Líder do Campeonato Italiano, a Juventus recebeu uma ajuda e tanto na vitória de 1 x 0 sobre o Catania neste domingo, quando o que parecia ser um gol legítimo foi anulado.

O meio-campista Arturo Vidal marcou o gol da vitória no segundo tempo, mas para aumentar a polêmica o atacante Nicklas Bendtner, da Juventus, parecia ligeiramente impedido quando seu chute, que levou ao gol, foi defendido.

Para piorar a situação, o Catania terminou com 10 homens depois que Giovanni Marchese foi expulso por somar dois cartões amarelos, o primeiro deles por uma falta rotineira.

A vitória deixou a Juve com 25 pontos de possíveis 27 e ampliou sua invencibilidade na liga italiana para 48 jogos, série iniciada no final da penúltima temporada.

O Catania saiu de campo se sentindo injustiçado depois que um gol aos 26 minutos foi anulado em um momento no qual dominava a partida.

O cruzamento de Giovanne Marchese foi cabeçeado no travessão por Nicolas Spolli, e Gonzalo Bergessio conferiu o rebote com facilidade sem a menor suspeita de impedimento do ataque da casa.

Mas enquanto jogadores e torcedores do Catania comemoravam, o bandeirinha sinalizou e o árbitro anulou o gol, em meio a protestos raivosos do time da casa.

Quatro jogadores do Catania receberam cartões em rápida sucessão após o incidente, e o presidente Antonino Pulvirenti foi expulso do banco.

O goleiro Mariano Andujar, um dos sete argentinos na escalação do Catania, negou à Juventus uma liderança no primeiro tempo salvando um tiro à queima-roupa do atacante Mirko Vucinic.   Continuação...

 
Jogador da Juventus, Sebastian Giovinco, é visto durante partida do time contra o Catana, na Itália. Líder do Campeonato Italiano, a Juventus recebeu uma ajuda e tanto na vitória de 1 x 0 sobre o Catania neste domingo, quando o que parecia ser um gol legítimo foi anulado. 28/10/2012 REUTERS/Antonino Parriniello