28 de Outubro de 2012 / às 17:38 / 5 anos atrás

Alonso se agarra a sonho de título apesar da vantagem de Vettel

Por Amlan Chakraborty

GREATER NOIDA, Índia, 28 Out (Reuters) - Fernando Alonso perdeu a batalha no Grande Prêmio da Índia deste domingo, mas ainda sonha em vencer a guerra pelo campeonato, apesar de ter ficado ainda mais distante do líder Sebastian Vettel.

Seis pontos atrás de Vettel, da Red Bull, antes de chegar à Índia, o espanhol da Ferrari fez uma prova agressiva no circuito Buddh International e chegou em segundo -- três posições acima daquela em que largou, mas ainda atrás do vencedor Vettel.

A diferença agora, após a quarta vitória consecutiva de Vettel, é de 13 pontos, faltando três provas para o final do campeonato.

“Não é fácil brigar com as Red Bull no momento, mas nunca iremos desistir. Acho que estamos felizes hoje, temos que parabenizá-los, eles foram fantásticos neste final de semana, então parabéns à Red Bull e a Sebastian”, disse Alonso.

“Mas queremos estar felizes e aproveitar no Brasil, não só aqui, e tenho certeza de que conseguiremos”. Segundo Alonso, tudo será definido apenas no Grande Prêmio do Brasil, no mês que vem, a última prova da temporada.

O espanhol, o único dos dez primeiros colocados que melhorou sua posição de largada no domingo, disse antes da prova que estava “100 por cento confiante” de poder conquistar o título, e não viu razão para mudar de opinião mais tarde.

“É claro”, enfatizou, depois que conquistar seu décimo pódio na temporada.

Alonso, bicampeão com a Renault, afirmou que vê espaços para melhorias nos treinos classificatórios.

”Sabemos que precisamos melhorar. Não estamos velozes o suficiente, especialmente nos sábados, mas com sorte vamos conseguir melhorar a situação em Abu Dhabi ou no EUA no mês que vem.

“As corridas são longas e, como vimos hoje com (a Red Bull de) Mark (Webber), um problema no Kers pode acontecer com qualquer um, com Seb, comigo, com todos. Ainda há muitos pontos na mesa e ainda estou muito otimista”.

A Ferrari terá algumas atualizações para Abu Dhabi, e Alonso acredita que deve se sair bem no encerramento da temporada.

“Acho que o Brasil vai ser bastante bom para nós, e torcemos para que seja um grande prêmio feliz”, disse.

Stefano Domenicali, chefe de equipe da Ferrari, previu que o segundo lugar de Alonso irá deixar seus adversários preocupados e comparou as chances de seu piloto com a vitória da Itália na Copa do Mundo de 1982 contras rivais mais fortes.

“Este segundo lugar se deve totalmente ao seu talento, à sua abordagem agressiva e ao fato de que ele nunca quer desistir, apoiado por um time que está fazendo o máximo para lhe dar um carro à sua altura”, declarou.

“É claro que saímos da Índia com uma diferença maior do líder do campeonato do que quando chegamos, mas os que estão na frente não deveriam ficar muito calmos e relaxados depois desta corrida”, acrescentou Domenicali.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below