Maratona de Nova York é cancelada após controvérsias

sexta-feira, 2 de novembro de 2012 20:10 BRST
 

NOVA YORK, 2 Nov (Reuters) - A cidade de Nova York cancelou sua maratona anual, disse o prefeito Michael Bloomberg, a medida em que a corrida de domingo se tornaria foco de protestos de moradores frustrados pelo resultado desastroso da supertempestade Sandy.

Bloomberg disse que a corrida seria cancelada porque havia se tornado "fonte de controvérsia e divisão".

Algumas pessoas haviam criado petições online para que os corredores boicotassem a maratona ou para correrem de costas como forma de protesto.

O prefeito disse ainda que a corrida não desviaria recursos essenciais para a recuperação da cidade após a tempestade, mas afirmou que "não podemos permitir que a controvérsia sobre um evento esportivo - mesmo tão importante como este - nos distraia do trabalho extremamente importante que está sendo feito para colocar a cidade de volta aos trilhos".

A maratona de Nova York é um dos eventos esportivos mais populares do mundo, e as estimativas antes da tempestade eram de que 47 mil corredores participariam.

(Por Martha Graybow, Michelle Nichols e Mark Hosenball)