Atlético de Madri precisa recuperar sua agressividade, diz Simeone

sábado, 10 de novembro de 2012 15:04 BRST
 

MADRI, 10 Nov (Reuters) - Duas derrotas em uma semana encerraram a impressionante sequência invicta do Atlético de Madrid em casa e na Europa, e o treinador Diego Simeone as atribuiu à falta de agressividade.

O Atlético está em segundo no campeonato espanhol, três pontos atrás do líder Barcelona, após sofrer sua primeira derrota na temporada, de 2 x 0, fora de casa para o rival direto Valência no último fim de semana.

O revés interrompeu uma série invicta de 23 partidas, em todas as competições, iniciada no último mês de abril, e foi rapidamente sucedida pela surpreendente derrota por 2 x 0 para o português Acadêmica de Coimbra pela Liga Europa na quinta-feira.

"Controlamos ambos os jogos, mas com uma passividade que não nos favoreceu", disse o argentino em coletiva antes da partida fora de casa, no domingo, contra o vizinho Getafe.

"O time esteve bem posicionado no campo, mas faltou direcionamento, agressividade nas pontas e não criou as chances que costumamos ter em outros jogos", afirmou ele. "Precisamos recuperar a identidade do time. Não é uma situação que me preocupa."

O Atlético de Simeone prefere jogar no contra-ataque, permitindo aos rivais dominar a posse de bola, e o treinador de 42 anos comentou com aprovação a surpreendente vitória por 2 x 1 do Celtic sobre o Barcelona pela Liga dos Campeões.

"A maneira como o time joga depende das características de seus jogadores", disse ele. "O outro dia foi um exemplo perfeito de estilos diferentes."

 
Técnico do Atlético de Madrid, Diego Simeone, gesticula durante partida contra o Viktoria Plzen no estádio de Vicente Calderon, em Madri. Duas derrotas em uma semana encerraram a impressionante sequência invicta do Atlético de Madrid em casa e na Europa, e o treinador Diego Simeone as atribuiu à falta de agressividade. 04/10/2012 REUTERS/Juan Medina