Kobayashi busca fundos na Internet para continuar na Fórmula 1

sábado, 24 de novembro de 2012 13:15 BRST
 

Por Alan Baldwin

SÃO PAULO, 4 Nov (Reuters) - Kamui Kobayashi, o único piloto japonês atualmente competindo na Fórmula Um, espera que uma campanha através de um site o ajude a levantar fundos para se manter no grid na próxima temporada, depois de ser dispensado pela equipe Sauber.

Falando a jornalistas na sexta-feira no Grande Prêmio do Brasil, última corrida da temporada, e depois da Sauber anunciar que Esteban Gutiérrez vai substituí-lo em 2013, Kobayashi se mostrou seguro.

Kobayashi disse que o dinheiro, ou melhor, a falta dele, foi "quase certamente o principal problema" pelo qual a Sauber, que tem diversos patrocinadores mexicanos, escolheu Gutiérrez juntamente com o alemão Nico Hulkenberg.

"Isso é Fórmula Um", disse, encolhendo os ombros, o japonês filho do dono de um sushi-bar, que chegou à Fórmula Um com o apoio da Toyota e se juntou à Sauber em 2009, quando a montadora se retirou da competição.

"Para Sauber esta é a minha última corrida, mas para mim eu acho que é diferente."

"Todo o mundo parece realmente muito preocupado, mas no momento eu não estou, tenho trabalhado duro para conseguir patrocinadores", acrescentou.

Kobayashi tem uma enorme popularidade no Japão, depois de chegar em terceiro com a Sauber no Grande Prêmio de Suzuka nesta temporada, mas já se suspeitava há algum tempo que ele não seguiria na equipe.

Ele disse que estava apostando na boa vontade de seu país através do site www.kamui-support.com.

Force India, Caterham e Marussia ainda têm lugares disponíveis, mas todas deixaram claro que estão buscando dinheiro de patrocínio como parte do acordo.