Alonso mostra-se conformado com vice e elogia trabalho da Ferrari

domingo, 25 de novembro de 2012 18:53 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - Conformado com o vice-campeonato em 2012, Fernando Alonso afirmou que ficou bastante satisfeito com o resultado depois de uma temporada complicada e preferiu elogiar o trabalho da equipe Ferrari, voltando sua atenção já para o próximo ano.

Ciente de que precisaria de um "milagre" para conquistar seu tricampeonato, uma vez que chegou ao Grande Prêmio do Brasil 13 pontos atrás de seu concorrente direto, Sebastian Vettel, Alonso admitiu que a temporada foi perdida devido a outros resultados frustrantes durante o ano.

Mesmo terminando em segundo lugar em Interlagos, a sexta posição de Vettel foi suficiente para que o piloto da Red Bull garantisse o título, tornando-se o mais jovem tricampeão, aos 25 anos, com três pontos de vantagem sobre Alonso na classificação final.

"Tentamos fazer todo o possível como sempre, mas não tínhamos o carro mais rápido. Sinto muito orgulho da equipe, mas não acho que perdemos aqui no Brasil, perdemos em outras corridas", disse ele, lembrando por exemplo da corrida no Japão, em que não terminou.

"Houve situações em todo o campeonato que fizeram essa diferença de três pontos."

Para conquistar o título, Alonso precisava torcer por uma combinação de resultados, o que pareceu mais perto de acontecer quando Vettel rodou logo na primeira volta em Interlagos, ficando no fim do pelotão. Mas o alemão conseguiu se recuperar e não deu chances para o espanhol, mesmo que este contasse com a ajuda de seu companheiro na Ferrari, Felipe Massa.

"Não estamos no controle do que seu rival pode fazer. Esperávamos por um pequeno milagre. A pista estava em condições bastante estranhas, mas tentei ficar calmo. Foi uma situação delicada, mas lidamos muito bem e terminamos no pódio. Isso só pode ser alcançado com perfeição da equipe", completou o espanhol.

Agora, o foco de Alonso, que tem contrato com a Ferrari até 2016, volta-se para a próxima temporada. "Vamos lutar em 2013. Para o futuro, temos que melhorar o carro."

(Por Camila Moreira e Tatiana Ramil)