November 30, 2012 / 7:44 PM / in 5 years

Títulos da Espanha geram responsabilidade maior, diz técnico

3 Min, DE LEITURA

SÃO PAULO, 30 Nov - A seleção espanhola tem uma grande responsabilidade para a Copa das Confederações do ano que vem e o Mundial de 2014, depois de ter conquistado os títulos europeu e mundial, afirmou nesta sexta-feira o técnico da equipe, Vicente del Bosque.

"Estamos vivendo o melhor momento do futebol espanhol, e isso nos dá maior responsabilidade para a Copa das Confederações e a Copa do Mundo", disse Del Bosque em entrevista coletiva em São Paulo, onde será realizado o sorteio para a competição entre oito seleções em 2013.

"Estamos nos preparando da melhor forma possível... Conseguimos uma geração de jogadores que está produzindo um jogo muito interessante para o futebol", comentou ele sobre o famoso jogo de toque de bola da Espanha.

O treinador acrescentou que sua intenção é trazer ao Brasil os principais jogadores da Espanha.

Além da campeã mundial Espanha e do país-sede Brasil, disputarão a Copa das Confederações em junho o Uruguai, campeão da Copa América; a Itália, vice-campeã da Eurocopa; o Japão, campeão asiático; o México, representante da Concacaf; o Taiti, que conquistou o título da Oceania, e um representante africano que será conhecido em fevereiro.

Já está definido que Brasil e Itália estarão no Grupo A, enquanto Espanha e Uruguai figuram no Grupo B. O restante dos grupos se formarão após o sorteio.

A Itália, adversária da seleção brasileira na primeira fase, renovou sua equipe após a péssima campanha na Copa de 2010, em que foi eliminada ainda na primeira fase, e busca agora retomar sua melhor forma.

"Achamos que estamos mais preparados, estamos mentalmente prontos para este desafio. Sabemos que a Copa das Confederações é um primeiro passo para o Mundial", disse o técnico italiano, Cesare Prandelli.

"Há dois anos nós talvez tivéssemos uma visão pessimista, mas este ano mostramos que temos um grupo de rapazes interessante", completou ele.

O Uruguai, por outro lado, depois de ser quarto colocado no Mundial da África do Sul e ganhar a Copa América de 2011 na Argentina, teve resultados ruins e está em quinto lugar nas eliminatórias sul-americanas para o Mundial de 2014.

Surpresa Com Mano

O técnico mexicano, José Manuel de la Torre, destacou que será difícil para a equipe competir com seleções tradicionais do futebol, mas acredita que pode surpreender, como fez nos Jogos Olímpicos de Londres, este ano, ao conquistar a medalha de ouro na final contra o Brasil.

"O crescimento que tivemos pode nos colocar em posição importante para que seja um torneio excelente, mas não vai ser fácil. É importante para vermos em que nível podemos chegar", disse.

O técnico do Japão, derrotado pelo Brasil por 4 x 0 em amistoso em outubro, disse não ter entendido a demissão do técnico Mano Menezes, na semana passada.

"Fiquei surpreso com a mudança do técnico ... a equipe me impressionou pela determinação, pela qualidade. Eu vi um excelente Brasil, declarou o treinador do time japonês, o italiano Alberto Zaccheroni.

Por Tatiana Ramil; Edição de Maria Pia Palermo

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below