Belo Horizonte quer receber revanche de 1950 EUA x Inglaterra

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012 21:32 BRST
 

Por Mike Collett

BELO HORIZONTE, 3 Dez (Reuters) - Os Estados Unidos e a Inglaterra serão convidados por Belo Horizonte a disputar no próximo ano a revanche de um dos resultados mais surpreendentes da história dos Mundiais, disse o secretário extraordinário para a Copa do Mundo à Reuters nesta segunda-feira.

"Estou esperançoso de que o jogo possa acontecer e, apesar de sabermos que há problemas que temos que superar primeiro, o ideal seria se pudéssemos sediar o jogo aqui no próximo ano", afirmou Tiago Lacerda, filho do prefeito de BH, Marcio Lacerda (PSB).

A partida seria parte das comemorações da reabertura do Mineirão, cuja reforma do estádio para 68 mil pessoas custou 654 milhões reais. O primeiro jogo na arena reformada será um amistoso entre Atlético Mineiro e Cruzeiro, em 21 de dezembro.

Nem Estados Unidos nem Inglaterra confirmaram uma sondagem para a realização do jogo, mas Lacerda confirmou que houve discussões com as "partes interessadas".

"Nós tivemos a ideia de fazer este jogo amistoso, uma repetição do jogo histórico de 1950. Ontem falei com duas ou três pessoas para ocorrer um amistoso (internacional) aqui o mais rápido possível, e a melhor ideia é Estados Unidos x Inglaterra."

O jogo do Mundial de 1950 terminou em uma surpreendente vitória de 1 x 0 dos Estados Unidos sobre a Inglaterra na fase de grupos e aconteceu no estádio Independência, antes de o Mineirão ser construído.

O Independência também foi remodelado para a Copa do Mundo e será usado como centro de treinamento durante o torneio de 2014.

A Inglaterra enfrentará o Brasil no Rio de Janeiro, em 2 de junho do próximo ano, e uma data em sua visita à América do Sul para duas partidas ainda precisa ser preenchida.

Mesmo que o jogo EUA x Inglaterra não aconteça, uma exposição da partida de 1950 acontecerá no novo museu do futebol do estádio, com a bola que o jogador nascido no Haiti Joe Gaetjens colocou no fundo da rede inglesa.