Hulk pode deixar Zenit após discussão com técnico Spalletti

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012 10:55 BRST
 

SÃO PETESBURGO, 5 Dez (Reuters) - O atacante brasileiro Hulk, a maior contratação da história do Zenit São Petersburgo, ameaçou deixar o clube russo após uma acalorada discussão com o técnico Luciano Spalletti durante a vitória sobre o Milan, na terça-feira, pela Liga dos Campeões.

Hulk reagiu com irritação ao ser substituído no final do jogo em San Siro, que o Zenit venceu por 1 x 0.

Spalletti estendeu a mão para cumprimentar Hulk quando ele estava deixando o campo, mas o brasileiro passou sem olhar para o treinador e teve uma discussão acalorada com a comissão técnica do Zenit perto da linha lateral.

"Se a situação com o treinador não se resolver, eu posso deixar o clube na janela de transferências de janeiro," disse Hulk, de 26 anos, de acordo com a imprensa local.

Spalletti respondeu o atacante, depois de inicialmente ter tentado acalmar o incidente.

"Hulk pode dizer o que quiser, mas se eu decidir substituí-lo durante o jogo significa que eu não estou feliz com o seu rendimento", afirmou Spalletti, segundo a mídia local, nesta quarta-feira.

"Hulk está enganado se ele acha que deve jogar os 90 minutos o tempo todo. Ele diz que quer sair? Então, a escolha é dele e não posso fazer nada sobre isso", acrescentou o italiano.

"Quanto a mim, eu não vou a lugar nenhum."

Antes, Spalletti disse: "Todos os grandes jogadores não reagem bem quando são substituídos. A coisa mais importante é que ganhamos o jogo."   Continuação...

 
Atacante brasileiro Hulk, do Zenit São Petersburgo, reage durante partida contra o AC Milan pela Liga dos Campeões no estádio Petrovsky, em São Petesburgo. 3/10/2012 REUTERS/Alexander Demianchuk