14 de Dezembro de 2012 / às 14:47 / em 5 anos

Corinthians demonstra calma antes de enfrentar o Chelsea

Técnico do Corinthians Tite olha para jogadores durante treino para o Mundial de Clubes em Yokohama, no Japão. 14/12/2012 REUTERS/Kim Kyung-Hoon

Por Stuart McDill

YOKOHAMA, Japão, 14 Dez (Reuters) - O rápido atacante do Corinthianso Paolo Guerrero previu que a equipe paulista vai conquistar o Mundial de Clubes se jogar seu próprio estilo de futebol contra o Chelsea na final no domingo.

O peruano, que comandou o time em uma vitória não convincente por 1 x 0 sobre o Al-Ahly, do Egito, na semifinal no Japão, disse que o Chelsea, campeão europeu, é vulnerável.

”Todo mundo sabe que o Chelsea é um dos grandes times do mundo“, declarou Guerrero a repórteres em Yokohama nesta sexta-feira. ”É uma final que todos no Brasil, todos os torcedores do Corinthians estão esperando.

“Sabemos que vai ser muito difícil, porque eles têm formação diferente, um jogo diferente”, acrescentou o ex-jogador do Hamburgo.

“O Corinthians tem muita qualidade. Nós temos de jogar o nosso próprio jogo.”

Corinthians venceu a primeira edição do torneio da Fifa em 2000, mas o Chelsea, que bateu com tranquilidade o Monterrey, do México, por 3 x 1 na quinta-feira, desponta como favorito.

A equipe brasileira se tornou a primeira equipe a conquistar invicta a Copa Libertadores desde 1978 neste ano, sofrendo apenas quatro gols em 14 partidas, então, não será moleza para o Chelsea.

”Sabemos que será um jogo difícil“, disse Guerrero. ”Mas sabemos que encontrar a rede e jogar o nosso tipo de jogo nos fará ganhar o título mundial.

“Nós temos um monte de meios de mudar as táticas, por isso será difícil também para o Chelsea.”

Um choque de estilos no final de domingo deve fazer uma final mais absorvente do que as mais recentes disputas pelo título, já que os times europeus venceram a final nos últimos cinco anos.

“São dois estilos diferentes”, concordou Guerrero, um dos vários jogadores perigosos aos quais Chelsea terá de ficar atento para evitar ser pego numa emboscada.

“O Corinthians pressiona bem e joga um futebol limpo. O Chelsea joga bem e eles têm jogadores muito rápidos, mas possivelmente eles são mais fracos apra pressionar. Com a nossa velocidade, podemos tirar proveito disso.”

Depois de quatro jogos sem obter uma vitória, sob o comando do técnico interino Rafael Benítez, o Chelsea reforçou sua defesa e busca pressionar mais em campo.

Três vitórias consecutivas, marcando 12 gols, deixaram os torcedores do Chelsea mais otimistas, depois de um período de insatisfação após a demissão no mês passado de Roberto Di Matteo.

“Ganhar da maneira que ganhamos foi muito importante”, disse o meia espanhol Juan Mata, que marcou o primeiro gol do Chelsea contra o Monterrey.

“Nós viemos aqui para ganhar o troféu e nos tornarmos campeões do mundo. Temos focado em marcar mais gols e isso nos deu real confiança para a final.”

Os jogadores do Corinthians, que deverão ser aclamados por pelo menos 15 mil torcedores que fizeram a viagem do Brasil ao Japão, pareciam relaxados no treino desta sexta-feira, apesar da pressão sobre eles.

”Ganhar um título mundial é um momento muito importante para a minha carreira“, disse Guerrero. ”Todos os jogadores sonham com uma final como esta contra um grande time europeu como o Chelsea.

“É por isso que eu tenho concentração absoluta e agora estou tranqüilo quanto ao domingo.”

Reportagem de Alastair Himmer

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below