Derrota para Corinthians amplia inferno do Chelsea

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012 11:28 BRST
 

Por Alastair Himmer

YOKOHAMA, Japão, 17 Dez (Reuters) - Perder um título pode ser algo visto como um infortúnio, mas desperdiçar quatro chances em quatro meses, como aconteceu com o Chelsea, já parece desleixo.

O time já havia sido derrotado na Supercopa da Inglaterra e na Supercopa da Uefa, e neste mês se tornou o primeiro atual campeão a ser eliminado na fase de grupos da Liga dos Campeões.

No domingo veio o quarto fracasso, contra o Corinthians, na final do Mundial de Clubes, em Yokohama, no Japão. O time também está 13 pontos atrás do Manchester United, líder do Campeonato Inglês.

"(O Japão) é muito longe para virmos perder", disse Frank Lampard a jornalistas depois de uma partida em que o Chelsea dominou até os 15 minutos do segundo tempo, mas parou nas mãos do goleiro Cássio.

"Não aproveitamos as nossas chances, e demos um gol. Esse torneio era significativo para nós desde o minuto em que embarcamos para cá. É uma grande frustração", acrescentou.

O gol que deu o bicampeonato mundial ao Corinthians saiu aos 23 minutos do segundo tempo, numa cabeçada de Paolo Guerrero dentro da pequena área, aproveitando bola espirrada pelo zagueiro Gary Cahill após chute de Danilo.

Os jogadores do Chelsea desabaram no gramado após o apito final. O zagueiro brasileiro David Luiz, chorando, foi consolado pelos colegas.

O técnico interino do Chelsea, Rafael Benítez, buscou consolo na atuação de Fernando Torres, que havia marcado cinco gols em três jogos anteriores, depois de ficar afastado por lesão.

"Fernando teve as chances. Ele marcou um gol que foi anulado (por impedimento). Ele tem de aproveitar essas chances numa final, porque não é fácil criar muitas delas em jogos assim. Se você tem duas ou três, você precisa marcar. Mas pelo menos ele estava ganhando muitas bolas no alto, e dava para ver que fisicamente ele está melhorando."

Na quarta-feira, após viajar 10 mil quilômetros de volta para casa, o Chelsea enfrenta o Leeds United pelo Campeonato Inglês.

 
Jogadores do time britânico Chelsea recebem medalha do segundo lugar após derrota para o Corinthians no Mundial de Clubes da Fifa, em Yokohama. 16/12/2012 REUTERS/Yuya Shino