Napoli perde dois pontos por escândalo de apostas

terça-feira, 18 de dezembro de 2012 14:24 BRST
 

ROMA, 18 Dez (Reuters) - O Napoli, candidato ao título italiano desta temporada, perdeu dois pontos na tabela do campeonato em consequência do mais recente escândalo de manipulação de resultados do futebol do país, nesta terça-feira.

Três jogadores do Napoli foram suspensos de seis meses a três anos por envolvimento na armação de um jogo contra a Sampdoria, em 2010.

Paolo Cannavaro, irmão do ex-capitão da Itália Fabio, e o também defensor da equipe Gianluca Grava receberam seis meses de suspensão, enquanto o goleiro Matteo Gianello foi suspenso por três anos e três meses, informou a Federação Italiana de Futebol em comunicado.

O Napoli, que caiu de 3o para 5o com a punição, ficando 10 pontos atrás da líder Juventus, ainda foi multada em 70 mil euros.

O caso é o mais recente em uma série de escândalos de manipulação de resultados no futebol italiano, que já resultaram em prisões de vários jogadores e dirigentes.

A atual campeã Juventus, que foi rebaixada em 2006 em consequência de um esquema que envolvia árbitros, recentemente contou com a volta do técnico Antonio Conte após quatro meses de suspensão por não ter reportado às autoridades um esquema de acerto de resultados em seu clube anterior, o Siena.

No caso do Napoli, Gianello, que não está mais no time, foi acusado de tentar arranjar o resultado do jogo para fazer uma aposta na vitória da Sampdoria. Ele foi acusado de tentar envolver Cannavaro e Grava, que recusaram a oferta mas foram suspensos por não terem levado o caso às autoridades.

A Sampdoria venceu o jogo por 1 x 0, no último dia da temporada de 2010, e conseguiu assim uma vaga na Liga dos Campeões da temporada seguinte.

(Reportagem de James Mackenzie)

 
Paolo Cannavaro, do Napoli, em coletiva de imprensa no Estadio Madrigal, em Villarreal. Três jogadores do Napoli foram suspensos de seis meses a três anos por envolvimento na armação de um jogo contra a Sampdoria, em 2010. Paolo Cannavaro, irmão do ex-capitão da Itália Fabio, e o também defensor da equipe Gianluca Grava receberam seis meses de suspensão, enquanto o goleiro Matteo Gianello foi suspenso por três anos e três meses, informou a Federação Italiana de Futebol em comunicado. Foto de Arquivo. 06/12/2011 REUTERS/Heino Kalis