Roma planeja novo estádio para temporada 2016

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012 11:49 BRST
 

MILÃO, 31 Dez (Reuters) - A equipe de futebol AS Roma espera disputar suas partidas em um novo estádio daqui a quatro anos, com o clube procurando aumentar sua importância e receitas.

Os planos da Roma foram divulgados depois de a Juventus, atual líder do Campeonato Italiano, ter se tornado o primeiro clube importante da Itália a ter seu estádio próprio, após a construção de um local com 41 mil lugares, em vez de fazer suas partidas no Stadio delle Alpi, que a equipe precisava dividir com o Torino.

A construção de estádios modernos pode ajudar a Itália no futuro a receber a Copa do Mundo ou a Eurocopa.

A Roma disse em seu website que o estádio, que será financiado por um fundo privado e será localizado no sudoeste da cidade, terá capacidade para abrigar entre 55 mil e 60 mil espectadores.

"Foi um longo processo, mas do ponto de vista da posse, estamos trabalhando nisso desde o último ano. Isso mostra nossa confiança na Itália e na economia italiana", afirmou o presidente da Roma, James Pallotta.

A Roma, que atualmente é a sexta colocada no Campeonato Italiano, divide com a Lazio o empréstimo do estádio Olímpico, que é público.

É comum na Itália que os estádios sejam estatais, mas isso deixa os clubes incapazes de modernizar suas instalações e ganhar dinheiro com lojas e restaurantes, como fazem Manchester United e Bayern de Munique, por exemplo.

A Roma, que tem o veterano Francesco Totti como capitão, foi comprada por um grupo de investidores norte-americanos em 2011. Ela tem menos de 20 por cento de suas receitas vindas das partidas que realiza.

Os estádios já antigos da Itália têm a segunda pior presença de público entre os cinco grandes torneios nacionais europeus, com os campeonatos Inglês e Alemão nos primeiros lugares.

(Reportagem de Stephen Jewkes)