Saldo de gols pode ser decisivo novamente no Campeonato Inglês

terça-feira, 1 de janeiro de 2013 19:13 BRST
 

1 Jan (Reuters) - O saldo de gols pode ser o fator decisivo na corrida pelo título do Campeonato Inglês novamente, o que significa que o Manchester City precisa marcar o maior número possível de gols em todos os jogos, disse o técnico Roberto Mancini nesta terça-feira.

O Manchester United manteve a vantagem de sete pontos sobre o campeão City e com 17 jogos a serem disputados depois que os dois rivais derrotaram o Wigan Athletic e o Stoke City por 4 a 0 e 3 a 0, respectivamente.

O time de Mancini ficou com o título do United na última temporada quando uma vitória por 3 a 2 sobre o Queens Park Rangers no último dia os colocou em igualdade de pontos, mas com um melhor saldo de gols, 64 contra 56.

Dessa vez, o saldo de gols é de 26 gols para o United contra 22 do City.

"Quando tivermos a oportunidade é importante marcar um gol. Sabemos muito bem que vencemos o campeonato no ano passado graças ao saldo de gols," disse Mancini ao Sky Sports. "É importante não sofrermos um gol."

Na preparação para os jogos do dia de Ano Novo, o italiano lamentou o fato do principal goleador da Liga, Robin van Persie, ter escolhido o United no lugar do City, quando saiu do Arsenal em agosto, e disse que o holandês poderá fazer a diferença na corrida pelo título.

No entanto, as esperanças de Mancini de se igualar ao United se devem à recuperação do City na última temporada, quando o time estava oito pontos atrás, no início de abril.

Os fãs do City devem ter ficado preocupados com a possibilidade de recuperação da diferença de gols desta temporada e de tentar atingir a contagem de gols do United, quando o atacante Sergio Aguero saiu de campo mancando durante a partida contra o Stoke, depois que Pablo Zabaleta, Edin Dzeko e um pênalti de Aguero resolveram a questão.

Porém, o problema no tendão do argentino não parece grave e é possível que ele perca apenas a partida de sábado da terceira rodada da Copa FA com o Watford, da segunda divisão.

"É difícil avaliar uma lesão como esta e dizer quanto tempo vai levar a recuperação. Com certeza ele vai ficar fora no sábado e a minha experiência me diz que ele será uma dúvida para o Arsenal (no dia 13 de janeiro)," disse o treinador auxiliar David Platt.