Cristiano Ronaldo se diz chocado com episódio de racismo em amistoso do Milan

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013 16:11 BRST
 

ZURIQUE, 7 Jan (Reuters) - O atacante Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, disse ser inacreditável que episódios de racismo ainda aconteçam em estádios de futebol depois de o Milan abandonar uma partida amistosa na Itália na semana passada por conta de gritos ofensivos da torcida.

O atacante português, no entanto, preferiu não comentar a decisão do meio do Milan Kevin-Prince Boateng de deixar o gramado por conta dos insultos racistas durante a partida contra o Pro Patria, das divisões inferiores do futebol italiano, argumentando ter se tratado de uma "decisão pessoal".

"Acho que isso não pode acontecer neste momento do futebol, porque a Fifa e a Uefa falam sobre jogo limpo e contra o racismo, é inacreditável, não pode existir", disse Cristiano Ronaldo em entrevista coletiva antes da cerimônia da Bola de Ouro da Fifa.

"É simplesmente uma partida de futebol, e as pessoas não deviam encontrar este tipo de coisa nos estádios", acrescentou. "Deveríamos viver em paz, todos nós."

Questionado sobre o ganês Boateng e se ele apoiaria a saída do gramado em situações parecidas, Ronaldo disse: "É uma decisão muito pessoal, é a opinião dele".

"Há vários exemplos em estádios, e às vezes temos de conviver com essas pessoas que podem não ser muito equilibradas", disse. "Não posso te dar uma resposta concreta, depende da pessoa e de como ela se sente no momento."