Pro Patria terá de jogar sem torcida após incidente racista com Milan

terça-feira, 8 de janeiro de 2013 18:08 BRST
 

8 Jan (Reuters) - O Pro Patria, time da quarta divisão italiana, terá de jogar sua próxima partida sem a presença de torcida após fãs da equipe ofenderem racialmente o meia do Milan Kevin-Prince Boateng durante um amistoso, informou a liga italiana nesta terça-feira.

Boateng abandonou o gramado no amistoso da semana passada por conta dos barulhos imitando macacos feitos pela torcida e seus colegas de equipe seguiram seu exemplo, o que provocou uma onde de elogios à atitude dos atletas.

Em comunicado, uma das ligas inferiores da Itália, a Lega Pro, disse que a manifestação da torcida foi "claramente racialmente discriminatória" e merecia uma suspensão imediata de um jogo.

O presidente da federação italiana de futebol, Giancarlo Abete, cuja organização combate há bastante tempo o racismo entre os torcedores, disse que os árbitros podem agir no futuro, antes que os jogadores tenham de fazê-lo.

"Se for necessário suspender o jogo, faremos isso para parar este fenômeno", disse.