Autoridades poderão parar partidas na Itália por episódios de racismo

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013 17:31 BRST
 

ROMA, 9 Jan (Reuters) - Autoridades de segurança da Itália terão o poder de parar ou interromper partidas de futebol quando os torcedores tiverem comportamento racista, informou nesta quarta-feira o ONMS, entidade reguladora dos eventos esportivos no país.

A ONMS informou em comunicado que em casos de racismo o juiz da partida deve alertar o quarto árbitro que, por sua vez, deve relatar o incidente ao departamento de segurança pública responsável pelo policiamento do jogo.

"O diretor do serviço de ordem pública tem a responsabilidade única de suspender a partida", afirmou o comunicado.

A ONMS disse que a decisão foi tomada após reunião com a federação italiana de futebol.

Na semana passada, os jogadores do Milan abandonaram o gramado durante amistoso contra o Pro Patria, da quarta divisão, após o meia Kevin-Prince Boateng se recusar a continuar jogando depois de sofrer ofensas raciais por parte de um pequeno grupo de torcedores.

(Reportagem de Brian Homewood)