11 de Janeiro de 2013 / às 19:08 / em 5 anos

Homem que jogou garrafa em Bolt durante Olimpíada é condenado

Por Estelle Shirbon

LONDRES, 11 Jan (Reuters) - Um britânico com distúrbios mentais que ofendeu o velocista jamaicano Usain Bolt e jogou uma garrafa em direção a ele na pista de atletismo durante a final dos 100 metros na Olimpíada de Londres foi condenado por ofensa à ordem pública nesta sexta-feira.

Ashley Gill-Webb, de 34 anos, gritou “Usain, eu quero que você perca, Usain você é ruim, você é um babaca” contra o jamaicano nos minutos que antecederam a corrida em 5 de agosto do ano passado, um dos momentos principais dos Jogos de Londres.

Enquanto os 80 mil fãs que lotavam o estádio ficaram em silêncio e todos os olhares estavam fixados nos competidores em seus blocos de largada, Gill-Webb olhou em volta para garantir que ninguém olhava para ele, se escondeu atrás de alguns torcedores e jogou a garrafa na pista, como ficou comprovado em vídeo.

“Tenho certeza que, naquele momento, ele estava agindo racionalmente e de forma errada, e que ele tinha intenção de causar problemas, alarme ou atrapalhar os competidores. E, portanto, ele é culpado”, disse o juiz William Ashworth, do Tribunal de Magistrados de Stratford, no leste de Londres, a uma curta distância do estádio olímpico.

A Corte ouviu que Gill-Webb, que sofre de transtorno bipolar, estava num episódio maníaco naquele momento.

O ponto crucial do processo era se, apesar de sua condição clínica, ele agiu com a intenção de causar problemas aos demais.

Ashworth determinou que Gill-Webb era culpado da acusação de se comportar de forma ameaçadora e causar desordem “com intenção de causar incômodo, problemas ou alarme aos finalistas dos 100 metros... causando, portanto, incômodo, problemas ou alarme aos espectadores no Parque Olímpico”.

Ele receberá a sentença numa data posterior. A pena máxima para ele pode ser seis meses de prisão e uma multa.

Gill-Webb não tinha entradas para a final dos 100 metros, mas de alguma forma ele conseguiu acesso a um assento exclusivo onde se misturou a membros da delegação holandesa que estavam vestidos de laranja.

Uma das integrantes da delegação era a judoca medalhista de bronze Edith Bosch, que testemunhou no processo e disse que o comportamento de Gill-Webb gerou tanta perturbação que ela perdeu toda a final dos 100 metros.

Bosch confrontou Gill-Webb depois de ele jogar a garrafa na pista e bloqueou seu caminho para impedir que ele fugisse do local. Ele foi posteriormente contido por voluntários dos Jogos e preso.

Bolt não escutou as ofensas nem viu a garrafa plástica verde cair na pista atrás da linha de largada. Ele venceu a prova com o tempo de 9s63, segundo tempo mais rápido da história.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below