Málaga recorrerá a Corte Arbitral do Esporte contra suspensão da Uefa

terça-feira, 15 de janeiro de 2013 19:52 BRST
 

MADRI, 15 Jan (Reuters) - O Málaga vai recorrer contra a futura suspensão de pelo menos uma temporada das competições europeias junto à Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês), informou o clube espanhol nesta terça-feira.

O clube, que se classificou para as oitavas de final da Liga dos Campeões, foi punido por não pagar despesas financeiras num momento em que a Uefa, entidade que comanda o futebol europeu, endurece sua posição em relação às finanças dos clubes.

A suspensão não se aplica a essa temporada, mas deve valer para a próxima vez que o clube, de propriedade de um cidadão do Catar, se classificar para competições europeias nos próximos quatro anos.

"Após uma análise ampla da decisão, o Málaga reitera a mensagem de que está cumprindo completamente as regras do 'Fair Play Financeiro'", disse o clube, atualmente quinto colocado no Campeonato Espanhol, em comunicado divulgado em seu site na Internet.

"Fazendo uso integral de seus direitos, e com a intenção de demonstrar este absoluto cumprimento perante um tribunal, o clube recorrerá da decisão na Corte Arbitral do Esporte."

A punição da Uefa será prorrogada por mais um temporada a não ser que o Málaga consiga provar até o fim de março que resolveu pendências financeiras com outras equipes, funcionários e autoridades fiscais. O clube também foi punido com uma multa de 300 mil euros.

No mês passado, o Málaga anunciou que está prestes a chegar a um acordo com as autoridades fiscais espanholas sobre pendências financeiras, após a liberação de recursos que anteriormente vinham sendo bloqueados pela Uefa.

O dinheiro devido pelo clube ao Osasuna e a jogadores do próprio Málaga também está sendo pago, segundo o clube.

(Reportagem de Mark Elkington)