17 de Janeiro de 2013 / às 16:18 / 5 anos atrás

Sob calor sufocante, Federer e Serena avançam no Aberto da Austrália

Por Nick Mulvenney

MELBOURNE, 17 Jan (Reuters) - Roger Federer e Serena Williams mostraram que ainda têm muita disposição ao passarem com facilidade para a terceira rodada do Aberto da Austrália, nesta quinta-feira, num dia em que o calor sufocante testou a resistência tanto dos tenistas jovens quanto dos veteranos do circuito.

Protetor solar e sacos de gelo eram a ordem do dia, sob temperaturas qe atingiram 40ºCno final da tarde (horário local), mas Federer, de 31 anos, era a personificação da frieza no início da noite, ao derrotar Nikolay Davydenko por 6-3, 6-4 e 6-4.

Williams, também de 31 anos, manteve seu tempo em quadra ao mínimo, rapidamente vencendo Garbine Muguruza por 6-2 e 6-0, antes de Andy Murray eliminar o português João Sousa por 6-2, 6-2 e 6-4.

Mas nem todo mundo se deu bem de forma tão fácil, e Blaz Kavcic lutou por 4 horas e 52 minutos contra James Duckworth no calor feroz do meio do dia até ganhar por 3-6, 6-3, 6-4, 6-7 e 10-8.

“Colapso físico total após o jogo”, publicou o esloveno no Twitter, junto com uma foto dele recebendo tratamento médico no vestiário. “Sentindo-me muito feliz, porém, só não sei se por causa da minha vitória ou da morfina.”

A atual campeã feminina e número 1 do mundo, Victoria Azarenka, de 23 anos, passou com bastante facilidade no “frio” relativo da manhã, com uma vitória arrasadora por 6-1 e 6-0 sobre a grega Eleni Daniilidou.

Federer, que busca o 18º título de Grand Slam, enfrentará o local Bernard Tomic, de 20 anos, e o suíço, que precisou de menos de duas horas para bater Davydenko.

Jo-Wilfried Tsonga venceu o japonês Go Soeda por 6-3, 6-3 e 7-6 e foi acompanhado à terceira rodada pelo compatriota francês Richard Gasquet, que derrotou o colombiano Alejandro Falla por 6-3, 6-2 e 6-2.

Gael Monfils também avançou, ao conquistar uma vitória por 7-6, 4-6, 0-6, 6-1 e 8-6 sobre Lu Yen-Hsun, de Taiwan.

A veterana Kimiko Date-Krumm, número 100 do mundo, está rapidamente se tornando uma heroína cult no Melbourne Park e continuou seu conto de fadas com uma vitória de 7-5 e 6-2 sobre a israelense Shahar Peer.

“Não é fácil, não é fácil”, disse a japonesa, de 42 anos, “Eu preciso de um corpo novo.”

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below