Real e Mourinho acumulam problemas em semana crítica

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013 12:07 BRST
 

Por Mark Elkington

MADRI, 25 Jan (Reuters) - Em vez de comemorar sua classificação para a semifinal da Copa do Rei, nesta semana, o Real Madrid está contabilizando os prejuízos de dias turbulentos, que podem acabar por complicar toda a temporada.

Depois de eliminar o Valencia, o Real lutará por uma vaga na final contra o atual campeão da Copa do Rei, o Barcelona, que desclassificou o Málaga num emocionante confronto.

No Campeonato Espanhol, o Barça acumula 15 pontos de vantagem na liderança, e o técnico do Real, José Mourinho, já sinalizou que não vê mais chances de levar o título para a capital espanhola.

Por isso, Mourinho priorizou a Copa do Rei e a Liga dos Campeões, e precisa negociar aquela que pode ser uma semana decisiva para a temporada do time e para o seu futuro no clube, no começo de março.

O Real recebe o Barça na quarta-feira pelo jogo de ida da semifinal, decidindo a vaga no final de fevereiro no Camp Nou. Logo no fim de semana seguinte, os dois times duelam novamente pelo Campeonato Espanhol, no Santiago Bernabeu.

"Uma nova tempestade de clássicos: três em um mês", observou o jornal esportivo AS, na sexta-feira, lembrando dos quatro confrontos travados pelos arquirrivais num intervalo de 18 dias de abril e maio de 2011.

Após dois anos e meio à frente do time, o futuro de Mourinho no Real está na berlinda mais do que nunca, e ele entra num crítico período de cinco semanas com problemas se acumulando.

O goleiro titular, Iker Casillas, sofreu uma fratura na mão esquerda contra o Valencia, nesta semana, e a imprensa disse que ele ficará afastado durante oito semanas. Caso seja necessário, o clube tem até o final de janeiro para contratar um novo goleiro.   Continuação...

 
Técnico José Mourinho precisa negociar o que pode ser uma semana decisiva para o Real Madrid. Time recebe o Barça na próxima quarta-feira. 03/12/2012 REUTERS/Andrea Comas