2 de Fevereiro de 2013 / às 17:32 / em 5 anos

Venda de Monreal foi um grande revés para o Málaga, diz Pellegrini

MADRI, 2 Fev (Reuters) - A venda do lateral espanhol Nacho Monreal para o Arsenal foi um grande revés para o Málaga e revela o quão delicada é a atual situação financeira do clube, afirmou o treinador da equipe espanhola, Manuel Pellegrini, neste sábado.

Foto de arquivo mostra lateral espanhol do Málaga, Nacho Monreal (D), disputa bola com Javi Venta, do Levante durante partida pelo Campeonato Espanhol, em Valencia. A venda de Monreal para o Arsenal foi um grande revés para o Málaga e revela o quão delicada é a atual situação financeira do clube, afirmou o treinador da equipe espanhola, Manuel Pellegrini, neste sábado. 16/10/2011 REUTERS/Heino Kalis

O lateral-esquerdo de 26 anos acertou sua transferência para o clube da Premier League inglesa na última quinta-feira, pouco antes do encerramento da janela de transferências de janeiro.

“A saída de Monreal é muito triste para o time”, disse Pellegrini em entrevista coletiva realizada um dia antes da partida contra o Zaragoza, pelo campeonato espanhol.

“Ficamos privados de um de nossos melhores jogadores, que vinha atuando em altíssimo nível.”

“Infelizmente, a realidade do clube é essa, e não há como esconder isso. Foi uma alternativa que apareceu no último instante, e o clube achou que seria apropriado (vender o atleta).”

“Eu entendo que temos que ter equilíbrio nas contas do clube, porque a pressão vem de todos os lados e nós recebemos punições por isso. Mas é uma perda grande em termos esportivos”, prosseguiu Pellegrini.

Nas mãos de proprietários do Catar, o Málaga também se viu forçado a vender jogadores na temporada, mesmo com a boa campanha na Champions League. Os jogadores vêm enfrentando problemas de salários atrasados, mas o clube espanhol, ainda assim, se classificou para a fase de oitavas de final da Champions League, onde enfrentará o Porto no fim do mês.

O comitê financeiro da UEFA chegou a punir o clube da Costa del Sol por problemas financeiros e atraso de pagamentos a jogadores, outros clubes e autoridades ficais. Com isso, o Málaga ficaria impossibilitado de jogar uma nova competição europeia caso se classifique pelos próximos quatro anos. Mas o clube já entrou com um recurso no Tribunal Arbitral do Esporte.

Apesar dos problemas, o quarto colocado do campeonato espanhol tem uma boa notícia: o atacante brasileiro Julio Baptista deve retornar a campo na partida contra o Zaragoza, após uma ausência de praticamente 15 meses devido a lesões.

O jogador de 31 anos, ex-Arsenal, Real Madrid e Roma, conhecido como “La Bestia”, esteve ausente da maioria das partidas da última e da atual temporada por conta de uma série de problemas. “Baptista é uma peça importante para voltar ao time”, disse Pellegrini.

“Trata-se de um jogador que teve azar ao ficar um longo período lesionado, mas agora esperamos que ele esteja completamente recuperado.”

Por Mark Elkington

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below