Costa do Marfim é favorita na Copa Africana, mas Drogba é dúvida

domingo, 3 de fevereiro de 2013 12:10 BRST
 

DURBAN, África do Sul, 3 Fev (Reuters) - Favorita na Copa Africana de Nações, a Costa do Marfim volta aos holofotes da competição neste domingo, quando enfrenta a Nigéria pelas quartas de final em Rustemburgo.

Azarões, Burkina Faso e Togo também se enfrentam entre os oito melhores em Nelspruit no domingo, tentando manter sua campanha surpreendente na África do Sul.

A decisão de escalar Didier Drogba ou não está sendo ansiosamente aguardada, embora os marfinenses tenham provado durante a fase de grupos que se viram sem o atacante, outrora visto como talismã da equipe.

Drogba foi afastado no segundo jogo da fase de grupos, que foi o desempenho mais convincente de sua seleção e garantiu sua classificação. O técnico Sabri Lamouchi insinuou que pode voltar àquela escalação para a próxima partida.

Normalmente um embate com a Nigéria seria uma disputa de pesos pesados, mas a balança pende para a Costa do Marfim, em ótima forma, enquanto os nigerianos têm se mostrado titubeantes e precisaram de dois pênaltis tardios para progredir na fase de grupos.

Contrastando com a situação duvidosa de Drogba, o também atacante Emmanuel Adebayor tem sido o catalisador do Togo, que chegou às quartas de final pela primeira vez e é peça-chave na esperança do time contra Burkina Faso.

A habilidade para as finalizações do homem de frente do Tottenham Hotspur, que semanas atrás não tinha certeza de que iria participar da Copa, é a melhor chance para o Togo chegar ao gol.

Burkina Faso eliminou a Zâmbia, que defendia o título, em uma demonstração de força supreendente, mas em seguida seu artilheiro, Alain Traoré, sofreu um contusão.

O sonho da torcida da casa desmoronou depois que a África do Sul perdeu para o Mali na disputa de pênaltis em Durban, e Gana pôs fim ao conto de fadas de Cabo Verde em Porto Elizabeth, no sábado.

Os jogos deste domingo decidem as disputas de semifinal.