Hamilton apresenta o novo carro da Mercedes para a F1

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013 18:23 BRST
 

Por Alan Baldwin

JEREZ, Espanha, 4 Fev (Reuters) - Lewis Hamilton era todo sorrisos ao apresentar na segunda-feira o novo carro da Mercedes para a temporada de 2013 da Fórmula 1, embora tenha admitido que ainda está se adaptando à vida pós-McLaren, e que poderá demorar algum tempo até voltar a vencer.

"Quando cheguei, parei junto a um McLaren e achei estranho vê-lo e não estar nele desta vez", disse o campeão de 2008 a jornalistas na apresentação do novo modelo W04, no autódromo de Jerez, em companhia do seu colega de equipe Nico Rosberg.

O britânico disse que estava tão entusiasmado que nem conseguiu dormir de domingo para segunda-feira, mas no evento de Jerez ele parecia tranquilo e descontraído.

"Eu já havia visto o carro no túnel de vento, então não estou surpreso nem nada, mas é bonito. Adoro a pintura", afirmou. "Só depois de alguns dias podemos começar a senti-lo e posso ver a direção em que quero levar os caras. Estou indo para isso com um livro aberto, uma folha em branco, e realmente não sei o que esperar. Só espero que ele tenha muita estabilidade."

Aos 28 anos, o piloto chega agora à sua segunda equipe na categoria, depois da estreia pela McLaren, mas ele já havia trabalhado com a Mercedes nas categorias de base, e se disse satisfeito com a mudança. "Uma coisa eu aprendi acima de tudo: a Mercedes-Benz não sabe perder", disse Hamilton em declaração previamente redigida.

"Estamos num jogo longo aqui, mas sei que teremos sucesso juntos, e estou animado de ser uma parte importante da realização disso."

A ida de Hamilton para a Mercedes também marca a retomada de uma parceria com Rosberg, seu colega nas categorias de base, o que Hamilton disse ser um sonho realizado. Em nota à imprensa, ele também prestou homenagem a outros ícones que já pilotaram as "Flechas Prateadas", como Juan Manuel Fangio, Stirling Moss e Michael Schumacher, seu antecessor imediato na equipe.

O novo carro já foi à pista antes da apresentação formal, sendo pilotado por Rosberg em um teste de cem quilômetros autorizado pelo regulamento antes do início oficial dos testes, na terça-feira.

Considerado uma evolução do W04 usado no ano passado, o novo carro tem uma traseira chamativa e um painel que esconde o nariz "quebrado" que caracterizava a versão de 2012. Outra novidade é o patrocínio da marca de aparelhos eletrônicos Blackberry.