Armstrong não será processado por doping, diz funcionário dos EUA

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013 17:59 BRST
 

WASHINGTON, 5 Fev (Reuters) - O ex-ciclista Lance Armstrong, que recentemente admitiu publicamente o uso de doping, não deverá sofrer um processo penal em decorrência da revelação, disse na terça-feira um promotor que supervisionou a investigação federal dos EUA sobre o caso.

"Tomamos a decisão sobre esse caso há pouco mais de um ano. Obviamente, estamos todos muito cientes das declarações feitas pelo sr. Armstrong em outros meios de comunicação. Isso não altera minha opinião neste momento", disse o promotor Andre Birotte numa entrevista coletiva em Washington para falar de um outro processo, contra o Standard & Poor's.

Após anos de negativas, Armstrong admitiu no mês passado numa entrevista à apresentadora Oprah Winfrey que usou substâncias proibidas durante sua bem sucedida carreira como ciclista.

No ano passado, a Usada (agência antidoping dos EUA) concluiu uma investigação na qual apontou Armstrong como usuário de doping e chefe de uma quadrilha que distribuía substâncias proibidas a esportistas. A conclusão levou as autoridades esportivas a cassarem todos os títulos conquistados por ele, inclusive seus sete troféus da Volta da França.

(Reportagem de David Ingram e Margaret Chadbourn)