Ação pede que Armstrong devolva prêmio de US$12 mi da Volta da França

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013 20:35 BRST
 

7 Fev (Reuters) - Uma ação judicial aberta na quinta-feira em um tribunal de Dallas pleiteia que o ex-ciclista Lance Armstrong devolva 12,1 milhões de dólares pagos por uma empresa como prêmio por três dos títulos da Volta da França que ele conquistou durante sua carreira - mas que foram destituídos por causa do uso de doping.

A empresa SCA Promotions alega que Armstrong e a empresa que gerenciava sua carreira, a Tailwind Sports, cometeram fraude ao receber os prêmios em 2002, 2003 e 2004.

No ano passado, uma investigação apontou Armstrong como responsável por um grande esquema de uso e distribuição de substâncias proibidas, o que o levou a perder todos os títulos conquistados na carreira e a ser banido do esporte.

Após anos de negativas, o ex-ciclista admitiu em janeiro, em entrevista à apresentadora Oprah Winfrey, que de fato usou doping.

"Lance Armstrong trapaceou para conquistar todas as suas vitórias da Volta da França", disse em nota o executivo-chefe da SCA, Robert Hammam. "Ele admitiu isso nacionalmente pela TV."

Os advogados de Armstrong não foram localizados para comentar.