Mancini ri sobre conversa de demissão no Manchester City

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013 15:43 BRST
 

LONDRES, 15 Fev (Reuters) - Roberto Mancini riu das sugestões de que uma eventual derrota para o Leeds United pela Copa da Inglaterra possa custar seu emprego, dizendo que 20 outros treinadores no país também teriam de estar sem emprego se fosse para os donos do Manchester City o demitirem.

Uma derrota inesperada por 3 x 1 para o Southampton no último fim de semana deixou o atual campeão City 12 pontos atrás do arquirrival Manchester United na tabela do Campeonato Inglês, e a Copa da Inglaterra é o único título que a equipe tem chances reais de conquistar nesta temporada.

"Todas as pessoas que falam sobre isso não entendem de futebol", disse Mancini, cuja equipe terminou em último lugar em seu grupo na Liga dos Campeões, quando perguntado numa entrevista coletiva se temia ser demitido.

"Se o Manchester City deveria me demitir, os outros 20 times da Premier League deveriam estar sem técnico", acrescentou.

Mancini levou o City a seu primeiro título inglês desde 1968 na temporada passada, e também venceu a Copa da Inglaterra no ano anterior pela primeira vez desde 1969.

Nesta temporada as coisas não saíram conforme o esperado, no entanto, e uma derrota para o Leeds, da segunda divisão, no domingo poderia tornar a pressão insustentável para o treinador italiano, de 48 anos.

Mancini defendeu seu retrospecto nesta sexta-feira, e inclusive sugeriu que a conquista do título inglês não está descartada.

"Começamos o nosso projeto três anos atrás", disse. "Em três anos nós estamos sempre no topo -- brigamos pelo título, conquistamos três troféus, temos a chance de ganhar mais este ano."

"Sempre acho que podemos fazer tudo. Temos 12 jogos, precisamos fazer o nosso melhor e não olhar para a tabela".

(Reportagem de Martyn Herman)