Stuttgart bate o Hoffenheim e encerra sequência de derrotas

domingo, 17 de fevereiro de 2013 16:56 BRT
 

BERLIM, 17 Fev (Reuters) - O Stuttgart acabou com uma sequência de cinco derrotas ao vencer o Hoffenheim por 1 x 0 neste domingo e agora saltou para a 12ª colocação no Campeonato Alemão, além de deixar o rival afundado na zona do rebaixamento.

O primeiro gol veio logo a três minutos de jogo em início fulminante dos visitantes, com o austríaco Martin Harnik cabeceando para o gol após cruzamento de Ibrahima Traore, enquanto o Hoffenheim, que jogava em casa e vinha desfalcado de vários jogadores, mal conseguia se defender e não tinha criatividade para atacar.

Traore e o ex-atacante do Hoffenheim Vedad Ibisevic quase marcaram o segundo gol do Stuttgart no primeiro tempo, mas o time acabou recuando, possivelmente lembrando do jogo contra o Racing Genk válido pela Liga Europa no meio da semana, quando a equipe sofreu o empate por 1 x 1 no último minuto.

O Hoffenheim, que teve apenas um êxito nas últimas 12 partidas, ofereceu pouca resistência ao adversário e não evitou a terceira derrota em quatro jogos.

Na outra partida do domingo, o Hanover 96 não conseguiu se aproximar da zona de classificação para a Liga Europa ao ceder o empate no último minuto para o Nuremberg. Szabolcs Huszti e Didier Ya Konan marcaram para a equipe que disputa a competição europeia atualmente, mas os donos da casa empataram com Timm Klose e com Sebastian Polter marcando nos minutos finais.

O Hanover, que subiu para a oitava colocação com 30 pontos, ainda viu o treinador Mirko Slomka ser expulso após discutir com o árbitro.

Em disparada, o líder Bayern de Munique abriu distância de 15 pontos para o segundo colocado ao vencer o Wolfsburg por 2 x 0 na sexta-feira.

Atual campeão, o Borussia Dortmund se manteve em segundo, agora com 42 pontos, após uma vitória consistente por 3 x 0, com três gols de Marco Reus, sobre o quarto colocado Eintracht Frankfurt, no sábado. O Bayer Leverusen se posiciona apenas um ponto atrás após bater o Augsburg por 2 x 1.

(Por Karolos Grohmann)