Armstrong ignora prazo para cooperar com agência antidoping

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013 18:17 BRT
 

20 Fev (Reuters) - A Usada (Agência Antidoping dos EUA) vai continuar seus esforços pela lisura no ciclismo sem a ajuda do ex-ídolo Lance Armstrong, que se negou a cumprir mais um prazo para colaborar com as investigações.

Tim Herman, advogado de Armstrong, disse em nota publicada pelo USA Today que o ex-ciclista ainda tem "questões" com a Usada, que o expôs como dopado, levando à cassação de todos os títulos da sua carreira esportiva, inclusive as sete vitórias na Volta da França.

Em uma entrevista de TV no mês passado, Armstrong admitiu ter usado doping na maior parte da sua carreira. Depois dessa confissão, a Usada ofereceu a Armstrong a chance de contar o que sabe sobre o doping no ciclismo, incluindo detalhes sobre como ele burlou os controles.

Originalmente, a agência havia dado prazo até 6 de fevereiro para que Armstrong se explicasse, mas a pedido do ciclista a oferta foi prorrogada até quarta-feira.

O advogado de Armstrong disse que ele estará disposto a cooperar se for formado um tribunal internacional que trate do doping no ciclismo profissional.

(Reportagem de Larry Fine)