Tottenham e West Ham advertem torcedores sobre comportamento

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013 15:39 BRT
 

22 Fev (Reuters) - O Tottenham Hotspur e o West Ham United advertiram seus torcedores nesta sexta-feira de que o comportamento deles estaria sob observação no jogo de segunda-feira pelo Campeonato Inglês em Upton Park, em um esforço para evitar uma repetição dos gritos antissemitas que marcaram seu último encontro.

O West Ham baniu o titular de um ingresso de temporada e prometeu ação contra outros infratores depois que eles gritaram cantos antissemitas no jogo de novembro em White Hart Lane, que o Spurs venceu por 3 x 1.

"Deixamos bem claro que não vamos tolerar nenhuma forma de comportamento discriminatório, e um a um vamos tirar esses torcedores que não merecem representar esse nosso grande clube", disseram os presidentes do West Ham, David Sullivan e David Gold, no site do clube (www.whufc.com).

"Devemos ser claros que vamos buscar as sanções mais duras contra qualquer indivíduo que vá contra o que defendemos como clube."

Durante o jogo de novembro houve relatos de torcedores do West Ham gritando "Adolf Hitler está vindo atrás de vocês" e chiando, imitando o gás que matou judeus durante o Holocausto.

O Tottenham tem fortes laços judeus.

No mesmo jogo também houve relatos de torcedores do West Ham gritando "Viva Lazio" e "Podemos esfaquear você toda semana?" em relação ao ataque a torcedores do Spurs em Roma antes de um jogo da Liga Europa contra a Lazio.

O Spurs disse em um comunicado em seu site (www.tottenhamhotspur.com) que a polícia o havia advertido para que lembrasse seus torcedores de que o comportamento dos dois lados estaria sob observação.

"O clube não tolera nenhum tipo de discriminação, no campo ou na arquibancada, e devemos tomar uma ação contra qualquer pessoa que use linguagem abusiva, ofensiva ou obscena", dizia o comunicado do Tottenham.