Para David Luiz, críticas de fora a Neymar são estratégia contra Brasil

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013 16:42 BRT
 

Por Rodrigo Viga Gaier

RIO DE JANEIRO, 22 Fev (Reuters) - As críticas feitas do exterior a Neymar são uma estratégia para tentar minar o principal nome do futebol brasileiro na atualidade e, consequentemente, desestabilizar a preparação da seleção para a Copa do Mundo de 2014, disse o novo capitão da equipe, David Luiz, nesta sexta-feira.

Neymar, considerado o grande talento em quem a seleção brasileira precisa apostar para buscar o título mundial em casa, foi criticado esta semana até mesmo por Pelé, que colocou em dúvida a condição do atacante de assumir o papel de grande nome do Brasil numa Copa do Mundo.

O jogador do Santos, de 21 anos, já vinha sendo criticado pela mídia brasileira e também no exterior por não corresponder às expectativas criadas em torno de seu nome quando veste a camisa do Brasil. Com ele em campo, a seleção perdeu a final dos Jogos Olímpicos de Londres para o México, no ano passado, e foi eliminada nas quartas de final da Copa América de 2011.

Após mais uma atuação apagada pela seleção, na derrota por 2 x 1 para a Inglaterra este mês, Neymar foi alvo de uma polêmica ao ser criticado publicamente no Twitter pelo meia inglês Joey Barton --"Este rapaz Neymar está muito sobrevalorizado. Não está no mesmo nível de Messi ou Ronaldo. Não gastaria 40 ou 50 milhões de libras que pedem por ele. Nem pensar"--, disse.

David Luiz, capitão da seleção brasileira no primeiro amistoso da nova era de Luiz Felipe Scolari no comando da seleção, no entanto, saiu em defesa do atacante.

"Isso tem muito de estratégia. Só se faz isso quando há um grande alvo. Ninguém quer ver o Brasil campeão em 2014... o povo europeu não vai torcer para o Neymar na Copa do Mundo", disse ele à Reuters, em entrevista por telefone, de Londres.

"É natural que se fale isso sobre ele, falar coisas que não são a realidade e, atingir o Neymar de alguma forma", acrescentou.

Críticos questionam principalmente a disparidade das atuações de Neymar no Santos e na seleção brasileira. Se no time paulista seus gols e dribles ganharam o mundo e renderam a ele o título de autor do gol mais bonito do mundo em 2011, na seleção ele nunca repetiu o mesmo nível.   Continuação...

 
Neymar e David Luiz disputam bola durante treino do Brasil para a Copa América, em 2011. Foto de 02/07/2011. REUTERS/Paulo Whitaker