Mancini diz que não vai olhar a classificação por um mês

domingo, 24 de fevereiro de 2013 18:01 BRT
 

MANCHESTER, Inglaterra, 24 Fev (Reuters) - O técnico do Manchester City, Roberto Mancini, entende mais do que ninguém os clichês sobre como os títulos não são decididos antes do último minuto da temporada e, portanto, se recusa a olhar para a tabela de classificação do Campeonato Inglês.

Caso ele ainda não tenha visto, o seu time está 12 pontos atrás do líder Manchester United após gols de Yaya Touré e Carlos Tevez garantirem uma vitória por 2 x 0 sobre o Chelsea, neste domingo, mantendo viva a esperança de defender o título conquistado ano passado.

Se o City tivesse perdido, desafiar os homens de Alex Ferguson e impedir que eles conquistem o 20o título do United na liga seria demais para os olhos de Mancini.

"Talvez", respondeu o italiano em uma entrevista coletiva quando perguntado se uma diferença de 15 pontos a 11 jogos do fim seria demais.

"Acho que o futebol só termina quando ele termina. O último minuto do último jogo. Se chegarmos a quatro jogos do fim com o United 12 pontos à frente, fica claro que está terminado, mas nossa obrigação é continuar a trabalhar."

Mesmo escolhendo evitar a realidade, Mancini tem motivos para estar otimista, pois conquistou o título da temporada passada nos últimos segundos, ultrapassando o United no saldo de gols.

"Eu acho que agora o importante não é olhar para a tabela de classificação, apenas continuar trabalhando, jogar bem e melhorar, porque podemos melhorar", afirmou. "E talvez olhar para a tabela em um mês, 40 dias."