Inter de Milão é multada em 50.000 euros por ofensa racial a Balotelli

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013 12:06 BRT
 

26 Fev (Reuters) - A Inter de Milão foi multado em 50.000 euros (66.100 dólares), após torcedores terem ofendido de forma racista o ex-jogador da equipe Mario Balotelli, no clássico de domingo contra o Milan, afirmou um comissário disciplinar do Campeonato Italiano em um comunicado na terça-feira.

O próprio Balotelli foi multado em 10.000 euros por um "gesto ofensivo" para os torcedores da Inter no final da partida que terminou em um empate de 1 x 1.

Autoridades italianas têm sido muito criticadas por ativistas antirracismo por não reprimirem o bastante a discriminação no esporte, e mais insatisfação pode acontecer depois da relativamente pequena multa para a Inter, junto com um aviso do comissário sobre incidentes futuros.

A multa não foi apenas pelo abuso contra Balotelli, mas também por ações racistas direcionadas para o ex-companheiro de Inter de Milão, o jogador Sulley Muntari, assim como banners ofensivos e o uso de lasers pelos fãs mirando os olhos dos jogadores.

Balotelli, de 22 anos, levantou o dedo aos lábios, quando os fãs da Inter --onde ele fez seu nome antes de se mudar para o Manchester City da Inglaterra-- fizeram ruídos de macacos e balançavam bananas infláveis no estádio de San Siro.

O Jogador negro mais importante da Itália, Balotelli tem sido o maior alvo de insultos racistas das arquibancadas e notícias dizem que parte de sua motivação para a mudança para o City em 2010 foi um desejo de escapar dos insultos.

A Itália parecia ter finalmente conseguido conter seu problema com racismo no futebol em janeiro, quando Kevin-Prince Boateng, do Milan, abandonou o campo durante um amistoso contra o clube da divisão inferior Pro Patria depois de sofrer ofensas raciais das arquibancadas.

(Reportagem de Mark Meadows)