Maradona nega dívida em impostos na volta a Nápoles

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013 18:49 BRT
 

NÁPOLES, 26 Fev (Reuters) - Diego Maradona negou nesta terça-feira que tenha uma dívida de milhões de euros em impostos não pagos na Itália, após ser recebido por uma multidão de jornalistas e torcedores na sua volta a Nápoles, onde levou a equipe local ao título de várias competições.

A agência de arrecadação de impostos diz que o argentino, campeão mundial com sua seleção em 1986, lhe deve quase 40 milhões de euros, a maior parte corresponde a valores que se acumularam desde 1984, quando ele se transferiu para o Napoli.

"Não sou uma vítima porque ganhei muito, mas eu não sabia nada sobre os problemas contratuais. Posso olhar na cara deles, porque não matei ninguém", disse Maradona em entrevista coletiva na cidade do sul da Itália.

"Sou inocente...Muitos dizem que a Justiça não existe. Eu quero acreditar que comigo vai existir...Se eu tivesse 40 milhões de euros, não estaríamos aqui. Não trabalho mais", completou.

O ex-meia, campeão mundial em 1986, afirmou que quer limpar seu nome para poder regressar à Italia, um país que ama, sem ser perseguido pelas dívidas.

(Por Catherine Hornby)