Alex Ferguson quer virar dirigente do Manchester United

sexta-feira, 1 de março de 2013 11:15 BRT
 

1 Mar (Reuters) - Alex Ferguson cogita se tornar dirigente do Manchester United quando finalmente deixar de ser técnico do clube, função que exerce desde 1986. O escocês, de 71 anos, diz, no entanto, que ainda não faz ideia de quando isso irá acontecer.

"Não há como se livrarem de mim", disse ele à revista twentyfour7 Football, numa reportagem que circulou nesta sexta-feira. "Provavelmente vou me tornar diretor. Ninguém sabe (quando isso será), nem eu. Não vai ser um médico quem me dirá para sair."

Ferguson comandou o Manchester United em muitas conquistas nas últimas décadas, incluindo dois títulos da Liga dos Campeões, cinco Copas da Inglaterra e 12 títulos do Campeonato Inglês - competição que o time atualmente lidera, com 12 pontos de vantagem.

Embora permaneça firme no cargo, há frequentes especulações na imprensa sobre quem o substituirá quando for a hora. O português José Mourinho, do Real Madrid, amigo de Ferguson, é um dos candidatos mais citados. Por coincidência, os dois se enfrentam na semana que vem em Old Trafford, no jogo de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões.

Ferguson, que há mais de uma década arquivou os planos de se aposentar, disse que espera ser consultado sobre a sucessão, mas que a decisão final não será sua.

"Eles vão me consultar, mas acho que será uma decisão do clube, não minha."

Seja quem for o sucessor, poderá seguir o conselho do veterano: "A imaginação é sempre importante. A outra coisa mais importante é não mudar quem você é".

(Por Sonia Oxley)

 
Técnico do Manchester United, Alex Ferguson (D), e goleiro David de Gea chegam à coletiva de imprensa no estádio Santiago Bernabéu, em Madri. Ferguson cogita se tornar dirigente do Manchester United quando finalmente deixar de ser técnico do clube, função que exerce desde 1986. 12/02/2013 REUTERS/Juan Medina