March 1, 2013 / 3:04 PM / 4 years ago

Kaká vê clássico como chance de reviver sua carreira no Real

3 Min, DE LEITURA

Kaká, do Real Madrid, comemora seu gol durante partida pela Liga dos Campeões contra o Ajax Amsterdam no estádio Santiago Bernabéu, em Madri. Kaká espera conseguir uma rara oportunidade de impressionar pelo Real Madrid quando a equipe receber o Barcelona na capital espanhola. 04/12/2012Juan Medina

MADRI, 1 Mar (Reuters) - Kaká espera conseguir uma rara oportunidade de impressionar pelo Real Madrid quando a equipe receber o Barcelona na capital espanhola, no sábado, numa partida em que o técnico José Mourinho deve descansar os jogadores titulares para o confronto da Liga dos Campeões contra o Manchester United.

O meia brasileiro está cotado para começar jogando a partida no estádio Santiago Bernabéu pelo Campeonato Espanhol, já que a partida das oitavas de final da Liga dos Campeões contra o Manchester United, na terça-feira, é prioridade.

No Espanhol, o Real já está 16 pontos atrás do líder Barcelona.

"O treinador não disse ainda quem vai jogar. Ele decidirá amanhã. Se eu jogar, poderia ser uma boa oportunidade", disse Kaká, em entrevista coletiva nesta sexta-feira.

"Pode ser a chance de mostrar que, em jogos importantes, como um clássico, eu ainda posso dar uma contribuição importante para a equipe."

Eleito melhor jogador do mundo em 2007, Kaká só começou quatro jogos na Liga esta temporada e continua a viver nas sombras em um clube que o contratou junto ao Milan sob enorme expectativa por cerca de 65 milhões de euros em 2009.

Uma série de lesões o prejudicou logo que chegou à Espanha e, desde então, o jogador de 29 anos perdeu espaço para nomes como o alemão Mesut Ozil e o croata Luka Modric.

"Não tem sido fácil", disse ele. "Eu sou profissional há 11 anos, de sete ou oito regularmente como titular em clube e na seleção brasileira. Para passar de protagonista para ser, entre aspas, um jogador normal, é difícil, mas me ajudou a amadurecer, a nível pessoal e profissional."

Os titulares do Real esmagaram o Barça por 3 x 1 no Camp Nou na semifinal da Copa do Rei, e Kaká disse que a forma como a equipe obteve a vitória foi um impulso moral.

"Terça-feira nos deu muita confiança", disse. "Agora temos de olhar para reduzir a vantagem do Barça sobre nós de 16 para 13 pontos. Nós não estamos motivados para tentar empurrá-los para uma crise, apenas para ganhar cada jogo."

"O time provou que pode conseguir resultados onde quer que seja, no Camp Nou ou Old Trafford. Vamos ver se amanhã podemos aumentar a confiança um pouco mais", acrescentou. O Real leva um empate de 1 x 1 para o jogo fora de casa contra o Manchester United.

Falando de seu próprio futuro com o Real e da próxima Copa do Mundo no Brasil, Kaká esquivou-se.

"Eu tenho mais dois anos de contrato", disse ele. "Estou feliz de continuar no Real, mas eu não quero ser um problema para o clube. Se eu tiver que ir, eu vou."

"Eu não sei se vou voltar para a seleção, mas eu tenho que estar preparado. Gostaria muito de voltar. Ainda há tempo."

Reportagem de Mark Elkington

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below