Valcke alerta que Maracanã é maior preocupação da Fifa

terça-feira, 5 de março de 2013 16:30 BRT
 

RECIFE, 5 Mar (Reuters) - A pouco mais de três meses para o início da Copa das Confederações, a reforma do estádio do Maracanã é a grande preocupação da Fifa, disse nesta terça-feira o secretário-geral da entidade, Jérôme Valcke, que reclamou do prazo de entrega da obra durante visita a Recife.

"A cidade para qual vou em dois dias é a que mais preocupa a Fifa. A data de entrega é muito importante para testar (os estádios) antes de iniciar. Maio é tarde, e isso pode ser muito prejudicial para a Fifa, para a Copa do Mundo e para o Brasil", disse Valcke aos jornalistas.

Valcke está no Brasil para mais uma série de visitas aos estádios que receberão a Copa das Confederações, que será disputada de 15 a 30 de junho. Na quarta-feira ele estará em Belo Horizonte e na quinta-feira, no Rio de Janeiro.

O estádio do Maracanã, palco da final da Copa das Confederações e da Copa do Mundo de 2014, tinha como data inicial de entrega dezembro de 2012, e depois passou para fevereiro deste ano.

A expectativa agora é que a arena fique pronta em meados de abril, data limite estabelecida pela Fifa, mas a entrega à entidade que controla o futebol mundial para eventos-teste antes da utilização na Copa das Confederações está programada para maio.

No dia 2 de junho, o Brasil vai enfrentar em amistoso a seleção da Inglaterra, em jogo que marcará a reabertura do estádio depois de pesadas obras de remodelagem que começaram em 2010. A obra está orçada em cerca de 900 milhões de reais.

Na segunda-feira, o diretor técnico da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Virgílio Elísio, fez um alerta sobre o andamento das obras, dizendo que está preocupado com o cumprimento do prazo de meados de abril e que os operários terão que acelerar bastante o ritmo da obra.

Ele visitou o estádio a convite do Comitê Organizador da Copa do Mundo (COL) e deixou o canteiro de obras sem a certeza de que o prazo firmado com a Fifa será cumprido.

O vice-governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, rebateu dizendo que vai mostrar em reunião esta semana "através de números" que o estádio será entregue em abril e que 87 por cento da obra foi concluída.   Continuação...