Justiça do Egito confirma pena de morte para 21 torcedores

sábado, 9 de março de 2013 10:08 BRT
 

CAIRO (Reuters) - Um tribunal egípcio confirmou neste sábado sentenças de morte contra 21 torcedores de futebol que participaram de um tumulto no estádio de Port Said no ano passado, em um caso que tem provocado confrontos sangrentos na cidade de Suez.

As mais de 70 mortes no estádio ocorreram em fevereiro de 2012 no final de uma partida entre a equipe Al-Ahly, do Cairo, e o time local Al-Masry, e desde então têm sido motivo de protestos.

Em uma decisão proferida em rede de televisão, o tribunal também sentenciou cinco outras pessoas à prisão perpétua por suas participações na briga no estádio.

Revoltas após as sentenças de morte terem sido emitidas pela primeira vez têm ressaltado a piora nas condições de segurança nas cidades egípcias desde a derrubada do presidente Hosni Mubarak pela revolução de 2011.