10 de Março de 2013 / às 17:08 / em 4 anos

Hamilton afirma que Alonso será seu grande rival em 2013

Piloto britânico de Fórmula 1 Lewis Hamilton da Maclaren (à esquerda) é parabenizado por Fernando Alonso da Ferrari, após pegar a pole position na sessão classificatória da F1 Grand Prix da Espanha, no Cirtuit da Catalunya, em Montmelo, perto de Barcelona, maio de 2012. Hamilton apontou Alonso como o rival que deseja derrotar mais que qualquer outro no grid da Fórmula 1.

LONDRES, 10 Mar (Reuters) - Lewis Hamilton apontou Fernando Alonso, da Ferrari, como o rival que deseja derrotar mais que qualquer outro no grid da Fórmula 1.

O campeão de 2008, agora na Mercedes, disse aos repórteres britânicos às vésperas do GP da Austrália, o primeiro da temporada, no próximo final de semana, que vê o espanhol como o mais veloz e aquele em relação ao qual quer ser julgado.

O britânico afirmou que um duelo com o compatriota Jenson Button, campeão em 2009 e seu companheiro de equipe na McLaren nos últimos três anos, não o empolga de verdade.

"A rivalidade entre eu e Fernando me entusiasma mais", acrescentou o piloto de 28 anos, que fez uma estreia sensacional na F1 como colega de escuderia de Alonso na McLaren em 2007.

"Ele é o cara que quero derrotar. Também quero bater Seb (Vettel, tricampeão da Red Bull), já que são aqueles com mais títulos".

"Mas Alonso é o piloto mais rápido que vejo. Também é um dos mais experientes. Qualquer um suaria para derrotá-lo. Tentar chegar na frente dele, em uma Ferrari realmente competitiva, é um belo desafio".

Alonso foi o vice-campeão no ano passado com uma Ferrari que começou a temporada bem atrás dos outros, e perdeu para Vettel por apenas três pontos.

Hamilton - cuja Mercedes pode não ser competitiva o suficiente para disputar o campeonato em 2013 - é o único companheiro de time que já bateu Alonso, campeão em 2005 e 2006 com a Renault, ao longo de uma temporada.

Os dois terminaram empatados em pontos e com quatro vitórias cada no final de 2007, mas Hamilton ficou em segundo atrás do finlandês Kimi Raikkonen, que marcou um ponto a mais, por ter tido mais segundas colocações.

Seu tempo juntos só durou uma conturbada temporada, com Alonso voltando à Renault e depois indo para a Ferrari, mas qualquer animosidade entre os dois já desapareceu há tempos. Button marcou mais pontos que Hamilton durante a época em que compartilharam a mesma equipe.

Em outros comentários, Hamilton deixou claro o quanto quer voltar ao topo cinco anos depois de seu único título até o momento.

"Todos querem ser o único", disse ele. "Eu fui durante um breve período. Agora recaiu em Sebastian. Mas quero estar na dianteira. As pessoas veem (o heptacampeão) Michael Schumacher como um deus, e é aí que quero chegar".

Por Alan Baldwin

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below