Bolt ganha Laureus de atleta do ano pela 3a vez; Daniel Dias vence pela 2a

segunda-feira, 11 de março de 2013 22:00 BRT
 

RIO DE JANEIRO, 11 Mar (Reuters) - O velocista jamaicano Usain Bolt ganhou o prêmio Laureus de atleta masculino do ano pela terceira vez, nesta segunda-feira, após ter repetido nos Jogos de Londres-2012 o sucesso alcançado em Pequim-2008, com três medalhas de ouro.

Na primeira vez que a premiação considerada o Oscar do esporte foi realizada no Brasil, o atleta paralímpico Daniel Dias foi o único vencedor brasileiro, repetindo a conquista de 2009, depois das seis medalhas de ouro conseguidas nos Jogos de Londres.

"Eu queria fazer história e consegui conquistar as medalhas e entrar para a história do esporte brasileiro e mundial", disse o nadador paralímpico, que além das medalhas quebrou seis recordes mundiais, após receber o prêmio.

"É difícil falar o significado de chegar ao ponto que cheguei, mas sei que tenho muito a dar ao esporte ainda."

O Brasil também estava representado na premiação por Neymar, mas o jogador foi desbancado na categoria evolução do ano pelo tenista britânico Andy Murray, que em 2012 venceu o primeiro título de Grand Slam na carreira, o Aberto dos EUA, além de um ouro e uma prata na Olimpíada em casa.

Bolt, que não compareceu ao evento realizado no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, venceu em Londres os 100m, 200m e o revezamento 4x100m, repetindo o desempenho fantástico obtido quatro anos antes, nos Jogos de Pequim.

O recordista mundial, que também ganhou o Laureus em 2009 e 2010, apareceu em um vídeo no palco da premiação e prometeu vir ao Brasil em 2016 para defender seus títulos olímpicos nos Jogos de 2016 no Rio. "Com certeza vou estar aqui", disse ele no holograma, vestido de terno e segurando o troféu, como se estivesse ao vivo.

Para ganhar o prêmio, Bolt superou o nadador norte-americano Michael Phelps, que ganhou quatro medalhas de ouro e duas de prata nos Jogos de Londres, tornando-se o maior vencedor olímpico de todos os tempos.

Phelps recebeu um prêmio Laureus novo, pela conquista excepcional em sua carreira. O nadador veio ao Rio de Janeiro para a premiação, e horas antes do evento participou de uma aula de natação para crianças de um projeto social esportivo na favela da Rocinha.   Continuação...